Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Athletico-PR derrota Peñarol e fica perto da final da Copa Sul-Americana



23/09/2021 | 23:44


Com direito a dois golaços, o Athletico colocou um pé na final da Copa Sul-Americana ao derrotar o Peñarol por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, em pleno estádio Campeón del Siglo. O time paranaense foi fatal quando chegou no ataque e levou um grande resultado para Curitiba.

Com o resultado, o Athletico poderá perder pelo placar mínimo, no jogo de volta, marcado para a próxima quinta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada, para sair com a vitória. O vencedor enfrentará quem passar do jogo entre Red Bull Bragantino e Libertad. O time paulista venceu em casa por 2 a 0.

Peñarol e Athletico já haviam se enfrentado em outras quatro oportunidades, com três vitórias do time paranaense e apenas uma derrota. A vantagem aumentou após o duelo desta quinta-feira.

Sem Paulo Autuori, suspenso, o Athletico teve Bruno Lazaroni como treinador e o que se viu em campo foi um time com ''''''''''''''''fome de bola''''''''''''''''. O resultado foi a lei do ex logo no minuto inicial. O time paranaense pressionou a saída de bola do adversário, e viu Marcinho deixar com Nikão. O meia cruzou, Bissoli desviou e Terans, de bicicleta, mandou para o fundo das redes.

O Athletico seguiu no ataque e perdeu boas oportunidades de fazer o segundo, melhor para o Peñarol, que se recuperou e chegou ao empate aos 21 minutos. Facundo Torres recebeu pela esquerda e contou com um escorregão de Richard para fazer a bola chegar em Álvarez Martínez. O atacante, meio atrapalhado, empatou.

O time paranaense se abateu e recuou, muito pela pressão imposta pelo Peñarol. A equipe uruguaia amassou o Athletico, que se segurou e conseguiu levar o empate para o intervalo.

O Athletico voltou para o segundo tempo mais ligado, conseguiu controlar o jogo, mas sofreu para levar a bola até o ataque. Apesar de não ameaçar o gol de Santos, o Peñarol também não permitia o time paranaense pressionasse, o que deixou a partida truncada, com chances remotas de gol.

Mas a estrela estava brilhando para Bruno Lazaroni. Pedro Rocha, que acabara de entrar, pegou a sobra da entrada da área, após cobrança de falta de Nikão, e soltou a bomba para colocar o Athletico à frente do marcador. Foi o primeiro gol dele em sete jogos com a camisa rubro-negra.

Os minutos finais foram de ataque contra a defesa. O Peñarol tentou de todo jeito, mas, na melhor oportunidade, Álvarez Martínez viu Santos fazer um milagre para assegurar o triunfo do time paranaense.

FICHA TÉCNICA

PEÑAROL 1 X 2 ATHLETICO

PEÑAROL - Dawson; Giovanni González, Carlos Rodríguez, Kagelmacher e Juan Ramos (Valentín Rodríguez), Trindade (Musto), Gargano (Gaitán) e Ceppellini (Nahuelpán); Canobbio (Laquintana), Álvarez Martínez e Facundo Torres. Técnico: Mauricio Larriera.

ATHLETICO - Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho (Christian), Erick, Richard (Léo Cittadini) e Abner Vinícius (Nicolas); Nikão, Terans (Pedro Rochar) e Bissoli (Renato Kayzer). Técnico: Bruno Lazaroni (auxiliar).

GOLS - Terans ao 1 e Ávalrez Martínez, aos 21 minutos do primeiro tempo. Pedro Rocha, aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Diego Haro (PER).

CARTÕES AMARELOS - Álvarez Martinez, Trindade e Valentín Rodríguez (Peñarol); Erick, Léo Cittadini, Nicolas e Richard (Athletico).

LOCAL - Campeón del Siglo, em Montevidéu (URU).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;