Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Felipão convoca seus 'bandidos' nesta quarta-feira pela manhã


Do Diário OnLine

13/06/2001 | 09:08


O novo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, anuncia nesta quarta-feira, às 11h,em um hotel da zona Sul do Rio de Janeiro, sua primeira convocação à frente da equipe. Serão 22 atletas chamados para a disputa do jogo contra o Uruguai, dia 1º de julho, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2002.

Felipão foi confirmado nesta terça-feira à tarde como substituto de Émerson Leão no comando da equipe. Depois da série de maus resultados nas Eliminatórias – culminados com o fracasso na Copa das Confederações -, o ex-treinador do Cruzeiro chega com a missão de devolver o respeito à camisa amarela da Seleção.

Scolari não promete um futebol bonito em sua Seleção, mas garantiu que montará um time aguerrido e competitivo, capaz de classificar-se para a Copa de 2002 e “voltar de lá com o caneco”, como disse na apresentação o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

Quadrilha - Foi Teixeira quem, sem querer, acabou apelidando a ‘era Felipão’ no comando do Brasil. Ao expressar seu desejo por um técnico competitivo na Seleção, o cartola disse que esperava um ‘time de bandidos’ para o jogo contra o Uruguai e para o restante das Eliminatórias. Apesar de negar ter sido o autor da definição, o bordão já pegou. “Quero jogadores experientes, que não revidem as provocações mas também não sejam bobos. Anjinho, só no céu”, resume Felipe.

Os ‘bandidos de Felipão’ chegam para apagar a nódoa deixada pelos ‘bailarinos’ de Leão. O treinador gaúcho adiantou que pretende fechar um grupo de 30 jogadores, no máximo, e continuar com eles durante toda a campanha pela Copa de 2002.

Além das Eliminatórias, Felipe terá um importante compromisso com a Seleção em 2001: a Copa América, que será disputada em julho, na Colômbia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Felipão convoca seus 'bandidos' nesta quarta-feira pela manhã

Do Diário OnLine

13/06/2001 | 09:08


O novo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, anuncia nesta quarta-feira, às 11h,em um hotel da zona Sul do Rio de Janeiro, sua primeira convocação à frente da equipe. Serão 22 atletas chamados para a disputa do jogo contra o Uruguai, dia 1º de julho, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2002.

Felipão foi confirmado nesta terça-feira à tarde como substituto de Émerson Leão no comando da equipe. Depois da série de maus resultados nas Eliminatórias – culminados com o fracasso na Copa das Confederações -, o ex-treinador do Cruzeiro chega com a missão de devolver o respeito à camisa amarela da Seleção.

Scolari não promete um futebol bonito em sua Seleção, mas garantiu que montará um time aguerrido e competitivo, capaz de classificar-se para a Copa de 2002 e “voltar de lá com o caneco”, como disse na apresentação o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

Quadrilha - Foi Teixeira quem, sem querer, acabou apelidando a ‘era Felipão’ no comando do Brasil. Ao expressar seu desejo por um técnico competitivo na Seleção, o cartola disse que esperava um ‘time de bandidos’ para o jogo contra o Uruguai e para o restante das Eliminatórias. Apesar de negar ter sido o autor da definição, o bordão já pegou. “Quero jogadores experientes, que não revidem as provocações mas também não sejam bobos. Anjinho, só no céu”, resume Felipe.

Os ‘bandidos de Felipão’ chegam para apagar a nódoa deixada pelos ‘bailarinos’ de Leão. O treinador gaúcho adiantou que pretende fechar um grupo de 30 jogadores, no máximo, e continuar com eles durante toda a campanha pela Copa de 2002.

Além das Eliminatórias, Felipe terá um importante compromisso com a Seleção em 2001: a Copa América, que será disputada em julho, na Colômbia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;