Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Marcha da maconha espera reunir 1.000 manifestantes

Manifestação será realizada hoje na Praça da Moça, região central da cidade


Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

26/05/2012 | 07:00


O grupo Acorda ABC está prevendo a participação de aproximadamente 1.000 pessoas na marcha da maconha, que será realizada hoje, às 13h, na Praça da Moça, em Diadema. Há uma semana, evento semelhante foi realizado na Capital e reuniu cerca de 2.000 manifestantes.

"Estamos divulgando maciçamente pela internet e fazendo panfletagem em Diadema, no Grande ABC e em São Paulo. Já contamos com mais de 700 confirmações no Facebook. Esperamos que, com o sucesso da marcha da Capital, muitos se sintam mais à vontade para sair às ruas e se unir ao evento aqui da região", afirmou Icaro Rizzo, um dos organizadores do ato.

O coronel Helson Léver Camilli, comandante da Polícia Militar no Grande ABC, espera que não haja confusão durante a marcha. "O STF (Supremo Tribunal Federal) autoriza esse tipo de manifestação, mas faz várias ressalvas, que devem ser respeitadas. Estaremos presentes para manter a ordem pública. Se houver desrespeito às normas estipuladas, a polícia irá agir", advertiu.

EVENTO CANCELADO

A Prefeitura decidiu adiar o evento EmCena Brasil, que estava marcado para hoje e amanhã, na Praça da Moça. A atividade - uma caravana itinerante com teatro móvel, contendo espetáculos para adultos e crianças - foi transferido para os dias 15 e 16 de junho, no mesmo horário e local.

A medida foi tomada em virtude de liminar concedida na quinta-feira pelo juiz André Mattos Soares, da Vara da Fazenda Pública de Diadema, que liberou a realização da marcha da maconha na mesma praça.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;