Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Sete a cada 10 jovens já receberam
1ª dose da vacina na região

Divulgação/ PMRP Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Bernardo, com cobertura de 84%, e Santo André, com 81%, são as cidades com campanhas mais avançadas entre munícipes de 12 a 17 anos


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

23/09/2021 | 00:01


Sete a cada dez moradores do Grande ABC com idades entre 12 e 17 anos já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid. Os números foram atualizados ontem pelas prefeituras, que devem finalizar a primeira imunização desta faixa etária na próxima semana.

O município mais avançado na cobertura de adolescentes é São Bernardo, que já protegeu 84,4% dos munícipes da faixa etária, seguida de Santo André, com 81%. Na sequência aparecem Ribeirão Pires (69,8%), São Caetano (66,8%), Diadema (59,7%) e Mauá (59,6%). A Prefeitura de Rio Grande da Serra não respondeu ao Diário. O Grande ABC como um todo tem cobertura de 69,8%.

A imunização da faixa etária sofreu impacto na semana passada, quando o Ministério da Saúde emitiu orientação para que Estados e municípios vacinassem apenas jovens com comorbidades em razão de eventos adversos ocorridos na campanha. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se posicionou contrária à determinação e assegurou que o imunizante da Pfizer é seguro para essa faixa etária. Diversas entidades de classe e médicos também se posicionaram favoráveis à continuidade da vacinação, entre eles o CNS (Conselho Nacional de Saúde). O Estado e as cidades do Grande ABC não seguiram a recomendação do Ministério da Saúde e mantiveram a vacinação.

Um dos eventos adversos relatados pelo Ministério da Saúde foi a morte da são-bernardense Isabelli Borges Valentim, 16 anos, oito dias depois de receber a vacina da Pfizer. Investigação do governo do Estado e da Anvisa concluíram que a jovem faleceu de PTT (Púrpura Trombocitopênica Trombótica) e que a doença autoimune e rara não tem relação com o imunizante. Na terça-feira, o Ministério da Saúde também reconheceu que não é possível relacionar o óbito com a vacina. 

Ontem à noite, o Ministério da Saúde recuou da decisão. A pasta federal afirmou que a restrição foi imposta de “forma cautelar” e que, após apuração de todos os riscos e benefícios, a medida está suspensa e a nova recomendação é para que esse público seja vacinado. 

MARCA EXPRESSIVA

Santo André se tornou ontem a terceira cidade do Grande ABC a atingir a marca de 70% dos moradores adultos imunizados com a segunda dose, assim como São Caetano e Ribeirão Pires. São Bernardo, com 68,6% de cobertura e Diadema, com 68%, devem atingir o patamar até o fim de semana. Já Mauá (58,4%) e Rio Grande da Serra (40,8%) estão mais atrasados.

O prefeito andreense Paulo Serra (PSDB) celebrou a marca. “É importante a gente reforçar para as pessoas a necessidade de receber a segunda dose. Estamos alcançando os 70% da cobertura para pessoas com mais de 18 anos. Com isso estamos chegando àquela taxa que os especialistas consideram ideal para atingir a imunização coletiva. A queda nos casos é proporcional ao número de pessoas vacinadas, e isso nos deixa muito felizes”, pontuou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;