Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Readequação tributária entra na pauta do Consórcio

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

A pedido de Fuzari, de S.Bernardo, entidade admite abrir debate sobre modificação na carga de tributos para estimular economia do Grande ABC


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

20/09/2021 | 19:37


O vereador Julinho Fuzari (DEM), de São Bernardo, protocolou ofício junto ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para pedir que a entidade lidere debate sobre readequação de tributos municipais, em especial no setor de serviços, como forma de reestimular a economia da região no pós-pandemia. O democrata solicitou que frente regional seja instituída com essa finalidade e disse que contatou vereadores de outras cidades para fomentar a discussão.

No ofício, Fuzari lembrou que o fechamento de comércios para evitar a disseminação da Covid-19 teve efeito colateral na economia, como encerramento de atividades de estabelecimentos e demissões, sobretudo no comércio. “Entendemos ser imprescindível e urgente a discussão para readequação dos tributos municipais do Grande ABC devido aos impactos ocasionados pela pandemia de Covid-19. A necessidade de atendimento deste pleito é totalmente legitimada pela crise econômica e o alto índice de desemprego”, considerou o democrata.

O parlamentar quer que seja criada frente por um vereador de cada uma das sete cidades, além de técnicos do Consórcio. “Foi uma provocação positiva ao Consórcio. Espero que a gente possa explicar nosso ponto de vista e que a entidade abra esse canal de diálogo. Entendo as medidas sanitárias, mas é preciso resguardar esse comerciante que sofreu tanto com a pandemia em seu aspecto econômico. É preciso dar condições de ele reagir, voltar a gerar empregos. E temos de fazer nossa parte”, comentou Fuzari, que disse já ter conversado sobre a frente com os vereadores Professor Jobert Minhoca (PSDB), de Santo André, e Beto Vidoski (PSDB), de São Caetano.

Secretário executivo do Consórcio, Acácio Miranda afirmou que o mérito do debate levantado por Fuzari é “excelente” e que tentará levar ao GT (Grupo de Trabalho) de presidentes de câmaras do Grande ABC o assunto. “É um tema que afeta toda a população, ainda mais na retomada econômica. Somos superfavoráveis”, discorreu. “Vou pedir aos presidentes que indiquem vereadores para que esse tema seja pautado no GT. Não há necessidade de uma frente específica porque temos instrumento assegurando para esse tipo de debate.”

Acácio comentou ainda que o próprio Consórcio e a Agência de Desenvolvimento têm debatido ferramentas de estímulo da economia no âmbito da discussão da reforma tributária que tramita no Congresso – para a entidade regional, trechos do texto de remodelação do sistema de tributos tende a ser maléfico para municípios industriais, como é o caso da maioria das cidades da região. “Ter essa visão dos vereadores é positiva. Até porque nosso debate hoje é de maneira mais global. O espaço do Consórcio é exatamente esse, de fomentar ideias.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;