Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Produção e vendas de aço bruto crescem em agosto no País



20/09/2021 | 15:19


A produção brasileira de aço bruto chegou em agosto a 3,1 milhões de toneladas, um aumento de 14,1% frente ao apurado no mesmo mês de 2020. Já a produção de laminados foi de 2,3 milhões de toneladas, 25,7% superior à registrada em agosto de 2020. A produção de semiacabados para vendas foi de 748 mil toneladas, um aumento de 19,1% em relação ao ocorrido no mesmo mês de 2020. Os dados foram divulgados pelo Instituto Aço Brasil.

De acordo com o relatório, as vendas internas avançaram 10,4% frente ao apurado em agosto de 2020 e atingiram 2,0 milhões de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi de 2,3 milhões de toneladas, 22,7% superior ao apurado no mesmo período de 2020.

As exportações de agosto foram de 865 mil toneladas, ou US$ 868 milhões, o que resultou em aumento de 2,9% e 128,3%, respectivamente, na comparação com o ocorrido no mesmo mês de 2020. As importações de agosto de 2021 foram de 461 mil toneladas, ou US$ 463 milhões, uma alta de 254,9% em quantidade e 203,7% em valor na comparação com o registrado em agosto de 2020.

O Aço Brasil também divulgou os dados acumulados dos primeiros oito meses do ano. A produção brasileira de aço bruto foi de 24,1 milhões de toneladas de janeiro a agosto de 2021, o que representa um aumento de 20,9% frente ao mesmo período do ano anterior. A produção de laminados no mesmo período foi de 17,9 milhões de toneladas, aumento de 31,6% em relação ao registrado no mesmo acumulado de 2020. Já a produção de semiacabados para vendas totalizou 5,5 milhões de toneladas de janeiro a agosto de 2021, um acréscimo de 2,4% na mesma base de comparação.

As vendas internas foram de 16,0 milhões de toneladas de janeiro a agosto de 2021, o que representa uma alta de 34,2% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 18,8 milhões de toneladas no acumulado até agosto de 2021. Este resultado representa uma alta de 41,7% frente ao registrado no mesmo período de 2020.

As importações alcançaram 3,5 milhões toneladas no acumulado até agosto de 2021, um aumento de 163,9% frente ao mesmo período do ano anterior. Em valor, as importações atingiram US$ 3,2 bilhões e avançaram 125,2% no mesmo período de comparação.

As exportações de janeiro a agosto de 2021 atingiram 6,9 milhões de toneladas, ou US$ 5,5 bilhões. Esses valores representam, respectivamente, retração de 10,9% e aumento de 46,2% na comparação com o mesmo período de 2020.

Segundo o Instituto, os números mostram que a indústria brasileira do aço está produzindo e atendendo seus clientes em volumes superiores àqueles verificados antes do início da pandemia da covid-19. Segundo o relatório, o mercado encontra-se plenamente abastecido e sem qualquer excepcionalidade.

Confiança

O Aço Brasil divulgou também o Indicador de Confiança da Indústria do Aço (ICIA), referente ao mês de setembro. O ICIA caiu 18,3 pontos frente ao mês anterior, para 50,6 pontos. Com o resultado de setembro, o ICIA volta à trajetória decrescente desde seu pico, em outubro de 2020, o que aponta que a confiança dos CEOs da indústria do aço migra para um período de acomodação após forte crescimento da atividade do setor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;