Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em jogo tenso, Grêmio vence o Flamengo no Maracanã e encerra jejum contra rival

Divulgação/Lucas Uebel/ Grêmio/FBPA/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


19/09/2021 | 22:50


Em mais um jogo com faltas e de muita tensão entre os jogadores, o Grêmio visitou o Flamengo e venceu por 1 a 0, no domingo (19) à noite no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O colombiano Borja fez o único gol da partida no final do primeiro tempo.

Foi o segundo confronto entre os times nos últimos cinco dias. Na quarta-feira o Flamengo venceu por 2 a 0, também no Maracanã, e garantiu vaga na semifinal da Copa do Brasil. Na ocasião, a partida terminou com muita discussão entre os jogadores, já dando uma amostra do que viria neste novo duelo. Dito e feito.

Com a importante vitória fora de casa, o Grêmio assumiu a 17.ª posição, agora com 22 pontos. Está a um ponto do Juventude, primeiro time fora do Z4, grupo do descenso. Já o Flamengo estacionou nos 34 pontos e aparece em terceiro lugar, porém, com dois jogos a menos do que o líder Atlético-MG (45) e o vice-líder Palmeiras (38).

O triunfo também encerra um jejum de dez jogos do Grêmio contra o Flamengo. Os gaúchos não venciam o adversário desde 2018. Neste período foram oito vitórias do Flamengo e dois empates. Uma conquista muito comemorada pelo técnico Luis Felipe Scolari, o Felipão.

Os primeiros 45 minutos foram de muita marcação e provocação por parte de Flamengo e Grêmio. Os dois times priorizaram a parte defensiva antes de chegar ao ataque, o que tornou o confronto faltoso e pouco atraente na parte ofensiva.

O que também chamou atenção foi a postura do Flamengo. O time carioca foi pouco efetivo com a bola nos pés e deu espaços para o Grêmio transitar em sua área defensiva. Tanto é que o Grêmio finalizou três vezes ao gol, enquanto viu o time da casa chutar uma única vez.

A primeira chance do Flamengo aconteceu somente aos 32 minutos. Andreas Pereira tentou lançamento, mas a bola desviou na marcação e caiu nos pés de Everton Ribeiro.O meia ajeitou para a perna direita e finalizou por cima do travessão.

A reta final da partida ficou mais movimentada e teve um duelo a parte entre o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Borja. Os dois dividiram bolas e trocaram ofensas por três vezes, deixando o clima tenso no gramado, inclusive entre os outros jogadores.

Aos 47 minutos, Borja respondeu na bola e com gol. Após cruzamento da esquerda, o centroavante colombiano cabeceou sem chances de defesa para Diego Alves. A comemoração foi em frente ao banco do Flamengo, o que revoltou os flamenguistas e gerou enorme confusão nos vestiários durante o intervalo.

Os ânimos voltaram mais amenos para o segundo tempo, mas o Grêmio perdeu o goleiro Gabriel Chapecó logo aos dois minutos, após ele se chocar com o companheiro Ruan. O jogador ficou caído no gramado, teve náuseas e precisou ser levado para uma ambulância no estádio para observação.

A marcação seguiu ditando o ritmo do confronto. Renato Gaúcho apostou nas entradas de Bruno Henrique, Pedro e Kennedy para dar mais dinâmica e conseguir passar pela defesa do Grêmio, mas sem sucesso.

O Grêmio claramente impôs sua forte marcação e esperou os contra-ataques para selar a vitória fora de casa. Tanto é que precisou se fechar e, na base da força de vontade, ganhou todas as divididas por baixo e pelo alto.

Foram raras as chances de gol no segundo tempo e quando ela surgiu, Diego Alves mostrou sua fama de pegador de pênalti. Léo Pereira colocou a mão na bola dentro da área e o juiz marcou pênalti. Borja foi para a cobrança e o goleiro caiu do lado direito e defendeu, dando um tapa na bola e mantendo o 1 a 0 no placar.

O Flamengo volta a campo na quarta-feira para enfrentar o Barcelona (EQU), às 21h30, novamente no Maracanã, pelo confronto de ida das semifinais da Copa Libertadores. Enquanto o Grêmio jogará no domingo diante do Athletico-PR, às 18h15, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 1 GRÊMIO

FLAMENGO - Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; William Arão, Andreas Pereira (Thiago Maia), Everton Ribeiro (Bruno Henrique), Vitinho (Pedro) e Michael (Kennedy); Gabriel. Técnico: Renato Gaúcho.

GRÊMIO - Gabriel Chapecó (Brenno); Vanderson, Ruan, Rodrigues e Rafinha (Bruno Cortez); Thiago Santos, Villasanti e Lucas Silva (Mateus Sarará); Alisson (Diogo Barbosa), Borja e Ferreira (Léo Pereira). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOL - Borja, aos 47 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Marielson Alves Silva (BA).

CARTÕES AMARELOS - Isla, Bruno Henrique e Rodrigo Caio (Flamengo); Vanderson, Thiago

Santos, Mateus Sarará e Borja (Grêmio).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;