Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A italianidade dos Casa e Ceccato...


Ademir Medici

20/09/2021 | 00:01


Pedimos a você, prezado leitor, que nos ajudasse a construir a lista das antigas famílias de São Bernardo, em sequência aos levantamentos deixados pelo Alfredinho Sabatini, com divulgação de Fulvio Bechelli. E as duas famílias acima se pronunciaram

“A velha povoação de São Bernardo, distante desta capital cerca de quatro léguas, começou a levantar-se da decadência a que caíra e a prosperar, graças a dois elementos notáveis: um núcleo colonial importante e a proximidade da linha férrea inglesa”.
Cf. ‘A Província de São Paulo’, quinta-feira, 14 de agosto de 1884.

No encerramento da Semana São Bernardo 2021 – que na verdade se transformou em três semanas e mais alguns dias de lambuja – uma retrospectiva:
Guiados por Hilda Breda, Memória focalizou a celebração da Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, com a Procissão dos Carroceiros,
Antes, apresentamos a listagem das antigas famílias são-bernardenses, e não só de italianos.

No caso da listagem das famílias, todo mérito ao saudoso Alfredo Sabatini e ao seu seguidor, Fulvio Bechelli, que nos confiou um trabalho inédito. Conferimos a listagem das famílias com o projeto que desenvolvemos em parceria com o saudoso vereador Amedeo Giusti.

Dr. Amedeo Giusti criou e desenvolveu com esta página Memória o projeto Passaporto, em homenagem aos imigrantes italianos e seus descendentes. A homenagem se estendeu entre 2002 e 2008. E a lista do Sr. Sabatini vem a completar aquele projeto, que bem poderia prosseguir – os passaportos contemplaram o período entre 1877 e 1938.

Naturalmente, durante a Segunda Guerra Mundial, os fluxos migratórios diminuíram, voltando a crescer com o fim do conflito – o que marcou a chegada dos chamados novos italianos. Fica como pauta para a Semana São Bernardo 2022.

Por ora, completemos a listagem com os dois nomes que surgiram e que não aparecem nas listagens anteriores.
Casa, de Giuseppe Casa, o pioneiro. Originário de Bergamo, na Lombardia, com registro no Núcleo Colonial de São Bernardo no ano de 1877. A colônia dos Casa deu origem ao bairro dos Casa, da capelinha histórica de Santo Antonio.
Ceccato. Já estavam em São Bernardo em 1940, conforme atesta o professor e pesquisador Mauricio Ceccato, colaborador assíduo de Memória e que nos fornece a foto de hoje.

Gente boníssima de São Bernardo, batateiros queridos, a todos, os agradecimentos desta página Memória, que só permanece firme e forte há 34 anos no Diário graças a vocês.

Diário há meio século

Domingo, 19 de setembro de 1971 – ano 13, edição 1643<EM>
SANTO ANDRÉ – Uma das maiores indenizações de desapropriação a um só proprietário deverá ser paga pela Prefeitura de Santo André a Nelson Cardoso Franco e espólio de Alzira Cardoso Franco.

Projeto de lei neste sentido foi aprovado pela Câmara Municipal de Santo André, pois se trata de ação judicial irrecorrível. Valor: Cr$ 1.428.966,00, que serão acrescidos de juros moratórios e custas advocatícias, num total de Cr$ 700.140,07, perfazendo Cr$ 2.129.106,07.

A desapropriação se refere ao terreno onde foi construído o Cemitério Nossa Senhora do Carmo, Vila Curuçá.

Em 20 de setembro de...

1900 – Fundada a Sociedade Italiana de Mútuo Socorro Savóia, hoje Sociedade Cultural Ítalo-Brasileira de Santo André.

Cento e vinte e um anos depois, informa seu atual presidente, Wilson Roberto Davanzo:
O último ano foi marcado por desafios, mas aproveitamos para realizar manutenções de rotina na nossa sede e programamos melhorias no nosso sistema de refrigeração e acústica do salão de festas que, em breve, estarão em funcionamento para maior conforto em nossas atividades sociais. Mesmo com todos os percalços, estamos ativos após 121 anos e, seguramente, somos uma das sociedades mais antigas do Brasil, devido aos esforços de diretorias responsáveis que se sucederam neste período.

A Ítalo-Brasileira de Santo André está localizada na Rua Airó, 69, na Vila Gilda, em Santo André. Site: http://italobrasileira.com.br/
1901 – Comerciantes reúnem-se em defesa da redução das taxas municipais no orçamento de 1902.

“O comércio de São Paulo está à míngua, vive de sacrifícios e esforça-se colossalmente para manter o seu nome”, comenta a Associação Comercial.

“O comércio vive uma redução de negócios sem memória na vida da Capital e de todo o Estado”, complementa.
1956 – Estreava o grupo cênico do Clube Municipal de Santo André, formado por funcionários da Prefeitura e que apresentaram a peça O Chefe Político (comédia em dois atos) no salão do Sindicato dos Metalúrgicos.
Falece, em São Paulo, Luiz Edegar de Abreu Sampaio, 39 anos, chefe da Seção de Taquigrafia da Câmara de Santo André. Foi sepultado no Cemitério da Consolação.

Santos do dia
Cândida. A primeira referência sobre Santa Cândida foi encontrada no calendário da Igreja de Córdoba e em alguns documentos da antiga Galícia, ambas na Espanha. Mas foi pela tradição cristã do povo napolitano, na Itália, que se concluiu a história desta Santa.
Fausta
André Kim Taegon e companheiros coreanos.

Hoje
Dia do Coletor de Lixo
Dia do Engenheiro Químico
Dia da Revolução Farroupilha

Municípios brasileiros

No Estado de São Paulo, hoje é o aniversário de Itapeva, elevado a município em 1769, e Ipauçu (1925, quando se separou de Santa Cruz do Rio Pardo).
Pelo Brasil: no Mato Grosso, Jauru; no Rio Grande do Sul, Pântano Grande; em Minas Gerais, Pará de Minas; em Santa Catarina, Ponte Alta; e no Piauí, Valença do Piauí.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;