Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

A vida sem roteiro de um gênio

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Curta-metragem dirigido por Ivan Augusto narra a história do escritor norte-americano Edgard Allan Poe, considerado o criador da ficção policial


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

19/09/2021 | 10:07


Seria possível em apenas 15 minutos contar e exibir detalhes da vida de um personagem controverso, que escreveu, em prosa e verso, seu lugar na história, mas que também se consumiu nos vícios? O dramaturgo, roterista e diretor Ivan Augusto aceitou o desafio. Na sexta-feira, às 19h30, vai ser lançado o curta-metragem <CF53>Sr. Poe</CF>, que narra de forma livre e alegórica a história do escritor e poeta norte-americano Edgar Allan Poe em seu leito de morte. A primeira exibição está marcada para a Estação Cultura (ao lado da Estação Férrea de São Caetano). Depois, haverá apresentações em outras cidades do Grande ABC.

Considerado o criador da ficção policial, Poe foi um homem que combateu o mal, mas que trilhou caminhos difíceis, afinal, nunca teve a chance de ser ele mesmo nem de desfrutar de um amor eterno e presente.

A sua existência foi marcada por anjos e demônios e uma sucessão de tragédias pessoais. A história cruza personagens reais e outras imaginárias, mostrando a importância de uma pessoa que conseguiu ultrapassar o seu tempo, quebrar tabus e mergulhar no universo do sobrenatural de forma familiar e constante, mas para isso foi necessário mergulhar nos seus piores pesadelos e provar na carne as tempestades impostas pela vida.

Sr. Poe é uma releitura que expõe peculiarmente as angústias e vai profundamente ao âmago do escritor, que deixou obras como os contos Berenice (1835), Os Assassinatos da Rua Morgue (1841), O Gato Preto (1843), O Demônio da Perversidade (1845) e O Barril de Amontillado (1846). Além dos poemas O Verme Vencedor (1837), Silêncio (1840) e O Corvo (1845). 

Diaulas Ullysse encarna o escritor. “Quando o Ivan Augusto me convidou para fazer o Poe, foi meio assustador no começo. Pela densidade da personagem que teria de vivenciar. Estou acostumado a papeis mais leves, cômicos e românticos. Tive de entrar na imensidão dark e misteriosa do Poe. Foram vários encontros virtuais e inúmeros materiais que pudessem me dar mais peso a essa personagem enigmática e cercada de mistérios sobre sua vida.”, afirmou.

Além de Diaulas estão no elenco Marcella Romanov, Amanda Barros, Lili Colonnesse, Javier Acuna e Maria Rocha. Nos dias 1º e 2 de outubro o filme será exibido em Santo André. Dia 9, em São Bernardo. Dia 16, em Diadema e em 23 e 30, na Capital, na Cia da Mathilda.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;