Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Sinfônica de Santo André une música com arte digital

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Interpretações de músicas de Gilberto Gil e Aldir Blanc são ‘temperadas’ com elementos gráficos criados pelo artista visual Lucas Lima


Da Redação
Do Diário do Grande ABC

19/09/2021 | 09:56


A Ossa (Orquestra Sinfônica de Santo André) apresenta mais novidades no formato digital. São duas videoartes criadas pelo artista visual Lucas Lima para as músicas Se eu Quiser Falar com Deus, de Gilberto Gil, e O Bêbado e a Equilibrista, de Aldir Blanc, gravadas pela orquestra com interpretação do cantor andreense Fernando Lauria no Teatro Municipal. O material está disponível no canal da sinfônica no YouTube (bit.ly/3ng37Gf).

As videoartes foram criadas para trazer sensações diferentes para as apresentações. Elas misturam técnicas diversas de animação e interferência nas gravações, que transportam o expectador para cenas e ambientes imaginados a partir das composições. “As narrativas foram influenciadas tanto pela letra e voz das músicas quanto pela própria ambientação da orquestra”, explica Lima.

Para a música de Gilberto Gil, a animação trabalha a dualidade do ser humano. Para ilustrar, foram explorados ambientes isolados e personagens reflexivos. Já para o vídeo do clássico de Aldir Blanc, as cenas ilustram natureza e animais em vários ambientes diversos, iniciando em um palco de circo, dando a ideia de uma apresentação cômica.

“A Sinfônica de Santo André foi pioneira, nestes anos de pandemia, em propor novas possibilidades, novas formas, novos meios de diálogo entre a música sinfônica e a arte visual dos meios digitais. Esta nova parceria com Lucas Lima, artista visual com linguagem bem particular na arte da animação, é nossa nova contribuição de como podemos entender a arte sinfônica na contemporaneidade”, explica o maestro Abel Rocha, regente e diretor artístico da Ossa.

OSSA 

A Orquestra Sinfônica de Santo André foi criada em 1987. Ao longo dos anos, tornou-se um instrumento de divulgação de cultura para a cidade e a região. Graças à sua programação sólida e projetos artísticos diferenciados, mesmo durante o período da pandemia do novo coronavírus, hoje é uma das orquestras sinfônicas mais respeitadas do Estado de São Paulo. Desde março de 2014, a OSSA é dirigida pelo maestro Abel Rocha, que traz sua colaboração para a programação do conjunto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;