Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Paolla Oliveira é alvo de fake news e declara: 'Não vão me calar'



16/09/2021 | 17:31


Paolla Oliveira, de 39 anos, foi vítima de uma fake news, nesta semana. Segundo uma falsa publicação que circula nas redes sociais, a artista teria declarado que "a prostituição será a única forma de sobrevivência das atrizes da Globo caso Bolsonaro seja reeleito".

Na noite desta quarta-feira, 15, ela declarou no Instagram que essa informação não é verdadeira: "Está circulando uma mentira por aí, de um site que eu nunca ouvi falar, sendo compartilhada sobre uma suposta declaração que eu nunca dei à Revista Caras. Nunca existiu".

No post, ela afirmou que "nunca diria isso, envolvendo uma empresa e outras colegas e profissionais" e também enfatizou que "a prostituição não deveria servir como forma de atacar alguém". "Mais uma narrativa tentando intimidar quem se posiciona ou se opõe a esse governo. Dessa vez fui eu a vítima. Sempre tive compromisso com a verdade e não vai ser agora que meu nome estará envolvido em notícias falsas (...) Não vão me calar sobre absolutamente nenhum dos meus posicionamentos, porque eles são meus e sou livre pra fazê-los."

Na quarta, a atriz participou do programa Saia Justa, do GNT, e fez um desabafo sobre o ocorrido. Segurando uma placa com os dizeres "uma mentira pode ser compartilhada mil vezes, mas ainda assim não vai se tornar verdade", ela se pronunciou: "Quando se conta uma verdade, ela abre a possibilidade da gente ter uma opinião sobre aquilo. Se é uma mentira, a gente não consegue nem se colocar sobre isso. Elas confundem, inebriam, tiram o foco. Talvez a gente esteja falando exatamente disso. As mentiras tiram o foco".

A atriz ressaltou a importância da democracia no combate a conteúdos falsos. "Agora, as mentiras ganharam nome e sobrenome. Tem que ter mesmo essa importância, pois as mentiras amedrontam, coagem, fazem a gente ficar confusa. E a internet dissemina isso com um poder."

"Temos que ser firmes cada vez mais, as mentiras não podem ser toleradas. A nossa liberdade não pode ser tolhida nem por uma mentira e nem pela opinião do próximo", disse.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;