Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Palacio pouco fala sobre crises de Tite


Raphael Rocha

16/09/2021 | 00:01


Esta coluna já mostrou que o prefeito interino de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), costuma reservar tratamento diferenciado aos oposicionistas – e esse diferenciado para o lado positivo. Tanto que há ciúmes entre parlamentares do bloco de sustentação, que são obrigados a defender o governo em pautas polêmicas com menos bônus político do que o esperado. Situação que tangencia esse cenário tem gerado comentários na cidade. A despeito de este Diário trazer série de denúncias de mau uso de recursos públicos por parte do governo em exercício e de o Ministério Público avançar em investigações de suspeitas de irregularidades, o ex-vereador e ex-prefeiturável Fabio Palacio (PSD) tem evitado se posicionar sobre as celeumas da gestão interina. Nas últimas semanas, seus perfis nas redes sociais tratam de amenidades. Fato que reforça a tese que corre muito na cidade que há apenas um grande grupo político, que eventualmente se estranha às vésperas da eleição, mas que se recompõe passado o processo eleitoral.

BASTIDORES

Estranhamentos
A sessão de terça-feira da Câmara de São Caetano teve episódio que confundiu a cabeça de quem costuma acompanhar a política municipal. O vereador Jander Lira (DEM) apresentou uma moção de congratulações ao deputado federal Alex Manente (Cidadania), aliado do prefeito interino Tite Campanella (Cidadania), a quem Jander faz oposição. Não bastasse a complexidade inicial, a votação trouxe mais ingredientes confusos. Presidente do Cidadania na cidade, o vereador Marcel Munhoz foi contra o afago a Alex. Líder do PSDB na casa, Beto Vidoski também foi contra, assim como Américo Scucuglia (PTB). César Oliva (PSD) e Ubiratan Figueiredo (PSD), ferrenhos rivais do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), que também é próximo de Alex, foram a favor da moção favorável ao parlamentar federal. Correligionário de Alex, Professor Ródnei não estava no plenário na hora da votação.

Guerra fria
Chefe de divisão na Secretaria de Educação de São Caetano e figura de confiança do secretário Fabrício Coutinho, Karen Roberta Silva de Araújo corre risco de ser exonerada. Só a perspectiva tem gerado guerra fria entre Fabrício e o prefeito interino Tite Campanella (Cidadania), já que a ordem para demissão da funcionária teria partido do gabinete principal do Palácio da Cerâmica.

Vídeo – 1
Viralizou vídeo no qual o secretário de Segurança Pública de Santo André, Edson Sardano (PSD), faz comentário no mínimo polêmico acerca de sexualidade. Sardano diz que bissexualidade é sinônimo de promiscuidade. “A coisa está partindo para a bandalheira. Então você pega o LGBT… então você pega lá o ‘B’, que é bissexual. Me perdoe, para mim, bissexual já é sinônimo de promíscuo. Bi, nem bi nós somos, (nós somos) monogâmicos”, disse, durante uma live. “Chico Xavier nunca teve uma relação sexual. Divaldo (Franco) nunca teve uma relação sexual. O Cristo nunca teve uma relação sexual. Irmã Dulce, Madre Teresa de Calcutá, e não são homossexuais, bissexuais, trans. São ‘criaturas humanas’.”

Vídeo – 2
O assunto tem ganhado os grupos políticos de Santo André. A bancada oposicionista na casa conversa sobre a possibilidade de adoção de alguma medida para confrontar as declarações de Edson Sardano (PSD). O tema também pode ser pautado na sessão de hoje, quando a tribuna livre presencial retorna após um ano e meio sem sua abertura devido à pandemia de Covid-19. O movimento LGBTQIA+ de Santo André tenta se inscrever para tratar das falas do secretário.

OAB de São Bernardo
Vice-presidente da subsecção da OAB de São Bernardo, Carmela Dell’Isola (na foto, com documento em mãos) anunciou rompimento com o presidente do grupo local, Luiz Ribeiro. Ela divulgou carta à advocacia são-bernardense criticando a postura da atual direção, dizendo que compromissos da campanha passada não foram honrados – como estimular a igualdade na atuação profissional. Ela apresentou a carta ao lado dos advogados Diego Tavares, Cíntia Cristiane Polidoro, Nádia de Oliveira Santos, Nilda Avejonas e Alison Garcia.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;