Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Alunos fazem perfume com essência da flor do pau-brasil

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Tossato

14/09/2021 | 04:56


Alunos do Colégio Harmonia, em São Bernardo, aproveitaram que exemplar raro da árvore pau-brasil, que fica no pátio da escola, floresceu e, com a ajuda dos professores, fizeram perfumes com a essência das flores da planta.

A árvore floriu na semana passada e surpreendeu estudantes e alguns professores que não sabiam que o pau-brasil poderia florescer. Um destes alunos é Marcel Henrique Rodrigues Batista, 15 anos, e que está matriculado no 1º ano do ensino médio. O estudante afirmou que ficou surpreso com o fato de o pau-brasil dar flores, já que ele escutava que a árvore era utilizada apenas para fabricar pigmento avermelhado em razão de líquido de dentro do seu tronco, o que colocou o Brasil na rota dos comércios, logo após ser descoberto pelos portugueses.

“A atividade foi muito interessante. Eu mesmo não sabia que a árvore dava flor. O experimento (de se fazer o perfume) durou cerca de uma hora. Pegamos as flores da árvore, fomos para o laboratório, colocamos junto com óleo de amêndoa e esquentamos para retirar a essência. Depois filtramos e ficou somente o óleo com a essência, adicionamos álcool e mais alguns itens. Com isso o perfume ficou pronto”, explicou o aluno.

Mas as atividades envolvendo o frondoso exemplar do pau-brasil não parou por aí. Os alunos também participaram de uma observação da árvore que tinha a intenção de que os estudantes prestassem atenção na planta e que pudessem desenhar.

Conforme a professora de artes do colégio, Marcela Mathos Nedo, 48, um dos objetivos com a atividade é o de que os alunos consigam exercitar o poder da observação, na aula de arte, mas que também os professores de história e de geografia possam aproveitar para incluir conteúdo das disciplinas.

“Com a entrada da primavera (a estação começa no dia 22), fiquei muito tocada (com o florescimento da árvore). Em tempos de Covid-19, podendo retornar à escola, é uma maravilha. Estamos em festa e achei que poderíamos ilustrar essa história”, declarou a docente. Essas atividades foram voltadas aos alunos dos três primeiros anos do ensino fundamental 1.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;