Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André entrega mais de 300 matrículas de imóveis no Centreville

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cerca de 70% das famílias já receberam escrituras; expectativa é atender a todos até o fim deste ano


Da Redação

11/09/2021 | 05:37


A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, entregou ontem mais de 300 matrículas de imóveis a moradores do bairro Centreville. Em virtude da pandemia, a cerimônia foi realizada com público limitado e 50 matrículas foram recebidas no evento, sendo que o restante será entregue pela equipe da administração na residência dos beneficiários.

Desde o início do processo de regularização fundiária da área foram entregues mais de 400 matrículas. O documento era esperado pelos moradores há mais de 40 anos. De acordo com o Paço, a expectativa é que todas as 1.300 famílias tenham suas matrículas em mãos até o fim de 2021.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) comemorou o avanço dos trabalhos e garantiu a continuidade da regularização fundiária em diversas áreas da cidade. “A pandemia atrapalhou um pouco o andamento dos trabalhos, mas seguimos a todo vapor para entregar cada vez mais matrículas em Santo André. Nosso objetivo é garantir esta segurança jurídica para o maior número de moradores no menor tempo possível. Já temos uma marca histórica e vamos ampliá-la nos próximos anos”, comentou.

O secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Rafael Dalla Rosa, agradeceu ao prefeito e ao secretário executivo de Habitação do Estado e presidente do programa Cidade Legal, Fernando Marangoni, e destacou que essa parceria tem garantido o sucesso na cidade. “O Centreville faz parte do maior programa de regularização fundiária já desenvolvido no município. Entregamos mais de 6.000 matrículas nos últimos quatro anos, estamos finalizando mais de 3.000 e esperamos dobrar esse número nos próximos anos”, disse Rafael.

Carmem Alves, 68 anos, moradora do bairro desde 1982, não escondeu a emoção ao receber a escritura. “Nesse tempo todo ouvimos várias promessas não cumpridas. É um sonho realizado”, completou. Edinaldo de Amorim, 53, morador do Centreville há 28, também recebeu o documento definitivo de posse de sua casa. “Foram anos de expectativa. Esta escritura representa tudo para mim e para minha família”, disse.

“A casa própria regularizada é o sonho de muita gente. São várias as histórias de pessoas que esperam esse momento por anos. Famílias inteiras que sofrem pela insegurança de a qualquer momento perderem o seu mais importante bem. É por elas que lutamos. Queremos que a alegria de receber a escritura e o título de propriedade em mãos seja cada vez mais realizada. Com esta parceria entre a cidade de Santo André e o programa Cidade Legal, vamos entregar ainda mais escrituras para os moradores”, destacou Fernando Marangoni.

A área do Centreville foi ocupada em 1982, após a falência da construtora Nova Urbes que tentava construir um condomínio de alto padrão no local. Hoje, o bairro conta com aproximadamente 1.300 famílias. Todos os documentos foram disponibilizados sem nenhum custo para os moradores.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;