Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

El Salvador adota bitcoin legalmente; medida pode ajudar economias instáveis

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

09/09/2021 | 14:18


Na última terça-feira (7), El Salvador passou a ser o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda legal. Isso ocorre em meio a críticas de especialistas, instituições internacionais e resistência da própria população salvadorenha, que teme a volatilidade da criptomoeda.

Leia mais:
3 dicas de segurança na hora de competir em eSports
Streaming de games: 3 plataformas para assistir a partidas e torneios
Até 77% mais baratos: vale optar por videogames usados?

Segundo o presidente de El Salvador Nayib Bukele, a adoção do bitcoin irá ajudar a população a economizar US$ 600 milhões por ano em remessas ao exterior. A medida também deve dar acesso a serviços financeiros para as pessoas que não possuem conta bancária.

Dessa forma, empresas devem passar a aceitar pagamentos em bitcoin. Ao mesmo tempo, El Salvador mantêm o dólar americano, moeda oficial do país que dividirá espaço agora com a criptomoeda.

Para Tasso Lago, especialista em criptomoedas e fundador da Financial Move, a adoção do bitcoin como moeda oficial em países é uma decisão positiva. “El Salvador tem uma economia fragilizada. Muitas vezes, a inflação de um país pode ser maior que a volatilidade de uma criptomoeda. Portanto, adotar uma criptomoeda é uma forma de se proteger”, explica.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

De acordo com dados da Chainalysis, o uso de criptomoedas aumentou 880% entre os anos de 2019 e 2020 no mundo. Esse crescimento é impulsionado principalmente nos países emergentes em que há pouca confiança em bancos e a moeda oficial do país é desvalorizada. Cuba, por exemplo, anunciou também recentemente que irá legalizar as criptomoedas para pagamentos e outras movimentações financeiras.

“É uma notícia excelente e pode ser muito eficaz para o país contornar bloqueios e sanções internacionais”, comenta Tasso.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;