Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Auxiliar é morto a golpes de garrafa em Ribeirao Pires


Christiano Carvalho
Da Redaçao

20/08/2000 | 20:06


O auxiliar administrativo Valdeir Roberto Torres, 23 anos, morreu depois de ser agredido a garrafadas durante uma briga na madrugada de sábado em frente ao bar Canoa Quebrada, na rua Miguel Prisco, em Ribeirao Pires.

Valdeir e o colega E.L.S., 26 anos, haviam saído da empresa onde trabalham, à 0h, e foram para o Canoa Quebrada. "Lá, conhecemos uma menina e começamos a trocar idéia com ela", contou E.. Segundo ele, a garota era amiga dos garçons do bar Duck, que fica próximo ao local e já estava fechado. "Eles (garçons) apareceram e vieram discutir conosco. Depois fechamos a conta, saímos e pegamos o carro para dar uma volta".

Já na rua, o gerente do bar Duck, Marcos Paulo Siqueira Lopes, 26 anos, teria provocado os dois rapazes, que saíram do carro. "Nesse momento, mais de dez pessoas vieram para cima da gente. Eu levei duas garrafadas na cabeça e tive a mao cortada por um copo", disse E.. Um dos agressores, ainda nao identificado, bateu com uma garrafa quebrada no pescoço de Valdeir, que já estava caído. O auxiliar foi socorrido, mas morreu no Hospital Nardini, em Mauá.

Além do gerente, outros quatro funcionários do Duck foram ouvidos pela polícia, mas negaram as agressoes. Nenhum deles foi preso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;