Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prefeitos evitam comentar manifestações

Nario Barbosa/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dos chefes de Executivo da região, só Morando e Marcelo fazem análise aprofundada dos atos


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

07/09/2021 | 21:17


Os atos pró-governo federal e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) praticamente passaram despercebidos pelos prefeitos do Grande ABC. Dos sete chefes de Executivo da região, apenas Orlando Morando (PSDB), de São Bernardo, e Marcelo Oliveira (PT), de Mauá, aprofundaram análise sobre as manifestações.

Pelo Twitter, o tucano escreveu: “A polarização e os conflitos de hoje (ontem) nos atos de 7 de Setembro só agravam as crises econômica e institucional que o Brasil enfrenta em meio à pandemia. Quem perde com tudo isso somos nós, cidadãos, que, no meio de um País dividido, pagamos um preço altíssimo com essa instabilidade. O Brasil precisa de união e seriedade para que possamos reverter este cenário”.

Morando é aliado de primeira hora do governador João Doria (PSDB), que tenta ser presidenciável pelo tucanato e se tornou rival do bolsonarismo. Em recentes atividades de gestão, Morando criticou Bolsonaro, em especial a condução do governo federal durante a pandemia de Covid-19.

Marcelo classificou como “inaceitáveis” os atos a favor de Bolsonaro no dia em que o Brasil celebra sua independência. “Muitos deram suas vidas pelo direito do voto e do direito de ir e vir. O País já retrocedeu muito desde o golpe da então presidente Dilma (Rousseff, PT, em 2016). Neste 7 de Setembro, Dia da Independência do Brasil, a data foi para reforçar a luta pela democracia e contra desgovernos autoritários.”

José de Filippi Júnior (PT), de Diadema, falou superficialmente sobre o 7 de Setembro. Ele republicou foto que viralizou nas redes sociais, na qual um casal de apoiadores do presidente anda pela rua com uma placa com a imagem de Bolsonaro enquanto um morador de rua aparece deitado no chão. “Comemorando o quê?”, escreveu o petista. Em outra rede social, ele assinalou: “Essa foto não te indigna?”

Tite Campanella (Cidadania), prefeito interino de São Caetano e que demonstra ser simpatizante de boa parte das pautas bolsonaristas, e Clóvis Volpi (PL), chefe do Executivo de Ribeirão Pires, exaltaram o Dia da Independência, sem falar das manifestações.

DEPUTADOS
Entre os deputados federais, Vicentinho (PT) comentou – e criticou – as manifestações, enquanto Alex Manente (Cidadania) evitou tocar no assunto. “Bolsonaro nada disse sobre acabar com a fome, gerar emprego, desenvolvimento, nem mesmo sobre o combate à pandemia. Sequer foi solidário com as quase 600 mil famílias que perderam seus entes queridos. De novo, ameaçou a democracia. Os deputados não podem se omitir”, citou o petista. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;