Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Cartão-alimentação pode chegar a trabalhadores informais


Do Diário OnLine

28/04/2003 | 10:51


O ministro extraordinário de Segurança Alimentar, José Graziano, afirmou nesta segunda-feira que o cartão-alimentação do Fome Zero poderia ser distribuído também a trabalhadores informais e empregadas domésticas. Graziano participa do seminário "O Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) e o Fome Zero", em São Paulo.

Segundo o ministro, o governo está habilitado tecnologicamente para substituir os tíquetes refeições pelos cartões magnéticos. “Com a tecnologia que dispomos, não podemos mais ter um trabalhador sendo obrigado a comer em sua marmitinha. Estamos habilitados a estender o cartão automático aos trabalhadores informais e domésticas”, disse.

Graziano disse que o governo precisa rever os mecanismos de incentivos à política nutricional do trabalhador, lembrando que a forma de distribuição de alimentos foi formulada em uma época em que a formalização do trabalho era regra.

“Hoje quem vive de esmola e catando restos em restaurantes não pode ser considerado incluído no programa de segurança alimentar”, afirmou.

Atualmente, o PAT atende sete milhões de trabalhadores em 115 mil empresas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;