Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Após criticar Meghan Markle, Piers Morgan fala de discurso de príncipe Harry sobre desinformação na premiação GQ Men Of The Year: Estranho



02/09/2021 | 16:11


Na noite da última quarta-feira, dia 1°, ocorreu em Londres, no Reino Unido, a premiação GQ Men Of The Year Awards 2021, que celebra as personalidades de maior destaque naquele ano. O evento, é claro, contou com a presença de diversas celebridades - física ou virtualmente, como foi a participação do príncipe Harry, que fez um discurso sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 diretamente de sua casa nos Estados Unidos.

O duque, que entregou o prêmio da categoria Heróis para os pesquisadores responsáveis pela criação das vacinas Oxford e AstraZeneca, fez sua participação através de uma chamada de vídeo e surgiu vestindo um smoking acompanhado de uma gravata borboleta.

Em seu discurso, ele comentou sobre a importância de que as potências mundiais auxiliem o processo de vacinação dos países mais pobres, e ainda comentou sobre a hesitação de uma parcela da população em receber o imunizante. Ele ainda atribuiu a culpa dessa situação a desinformação em grande escala na mídia e nas redes sociais, onde aqueles que vendem mentiras e medo estão criando hesitação, dividindo as comunidades e corroendo a confiança, como conta o Daily Mail.

Acontece que, na platéia, estava presente o jornalista Piers Morgan, antigo apresentador do telejornal Good Morning Britain que se demitiu do programa após uma polêmica com Meghan Markle. Na época, Piers fez pesadas críticas ao discurso da duquesa em sua conversa com Oprah Winfrey, fazendo com que a ex-atriz enviasse uma reclamação à emissora inglesa ITV.

O caso foi investigado pela agência reguladora de mídia do Reino Unido, que decretou, na tarde da quarta-feira, que o jornalista não violou o código de ética da profissão com seus comentários, exercendo apenas sua liberdade de expressão.

Com isso, as críticas de Harry à desinformação e aos veículos de mídia parece ter sido tida como uma indireta pelo jornalista, que compartilhou em seu Twitter uma matéria que insinuava essa relação e acrescentou a hashtag AKWD, uma sigla em inglês para algo estranho ou embaraçoso. Eita!

Premiações

Outros famosos também fizeram questão de marcar presença no tapete vermelho, como foi o caso de Maisie Williams. A eterna Arya Stark de Game of Thrones surpreendeu ao surgir com os cabelos e sobrancelhas totalmente platinados - talvez uma herança de seu papel como Pamela Rooke na série pISTOLS - em contraste com um vestido preto de detalhes dourados. Ela completou o look com um delineado marcante.

Outra das estrelas da noite foi Ed Sheeran, que levou o prêmio de Artista Solo do ano e encantou ao surgir com um terno explosivamente colorido. Em conversa com o The Sun, o cantor admitiu que o look havia sido escolhido com a ajuda de Elton John - que também o está ajudando a renovar seu guarda-roupa:

É estranho, eu sempre odiei ternos e eles me deixam desconfortável - e ainda assim, algo assim me faz sentir bem por ser tão exagerado. Elton me colocou em contato com Donatella Versace e eu pensei: Vamos nessa! É uma grande noite e é ótimo estar de volta, então por que não? Elton tem se livrado do meu guarda-roupa enfadonho há anos. Não sou realmente um cara da moda, mas tive que começar a mostrar interesse - ele adora. Elton aprovou o terno - é muito a cara dele.

Como não poderia deixar de ser, Sir Anthony Hopkins também foi homenageado na noite da premiação, recebendo seu título na categoria Lenda.

O título da categoria Escritor ficou a cargo de Quentin Tarantino, conhecido por dirigir obras como Pulp Fiction, Kill Bill, Bastardos Inglórios e, recentemente, Era Uma Vez em Hollywood. O diretor optou por um look mais discreto, com blazer, camisa, gravata e calças pretas - completando o visual com um tênis de solado branco.

Depois de, logo no início de sua carreira, ser indicada ao Brit Awards 2021 e competir com nomes consagrados como Dua Lipa, Arlo Parks foi reconhecida como Artista Inovadora do Deezer, uma plataforma de streaming de música. Aí sim!

A designer e estilista Dame Vivienne Westwood foi premiada na categoria Game Changer - mas não por sua atuação no ramo da moda! No último ano, a senhora de 80 anos de idade tem trabalhado a favor da conscientização sobre a mudança climática no planeta, tendo até mesmo escrito um manifesto sobre a temática.

Tendo feito sucesso como o personagem Visão nas obras da Marvel, como Vingadores e WandaVision, Paul Bettany foi reconhecido como Boss Leading Man do ano.

Sacha Baron Cohen, o astro dos filmes de Borat, se consagrou ao levar o prêmio da categoria Ícone.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;