Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Relógio em homenagem aos 400 anos
de Sto.André muda de local

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

02/09/2021 | 00:01


Relógio que homenageia os 400 anos de Santo André e que foi doado pela comunidade japonesa ao município em 1953 saiu ontem de seu antigo endereço, o Parque da Criança Palhaço Estremilique, no bairro do Jaçatuba, e foi realocado na Praça Presidente Vargas, em frente à Igreja Matriz, na região central da cidade.

O pedido de mudança de endereço partiu da própria comunidade japonesa, que escolheu a praça por já ter adotado o local e realizado zeladoria do espaço.
Conforme o presidente da Sociedade Cultural ABC Bunka Kyokai, Eiki Kurokawa, responsável pela manutenção do relógio, assim como pela zeladoria da Praça Presidente Vargas, a intenção é deixar o monumento em local que já está sob responsabilidade da comunidade japonesa. “Na verdade já queríamos ter feito a mudança de endereço no ano passado, mas a pandemia (da Covid-19) atrapalhou muito e deixamos para este ano. Fizemos o pedido para a Prefeitura (de Santo André), que autorizou a mudança”, declarou Kurokawa.

A praça já reúne itens que exaltam a herança japonesa na região como um torii (espécie de portal encontrado dentro de alguns templos japoneses), assim como as sakuras, cerejeiras ornamentais muito conhecidas pelas flores.

O relógio já esteve em outros endereços de Santo André. Inicialmente, como relembrou Kurokawa, o relógio foi inaugurado ao lado da estátua de João Ramalho, no dia 8 de abril de 1953, na Praça IV Centenário, onde hoje ficam os Correios. Depois disso ele foi para o Largo da Estátua, na ponta final do calçadão da Rua Coronel Oliveira Lima e também chegou a ser realocado na Rua Bernardino de Campos. Depois disso ele foi instalado em frente ao Parque Regional da Criança onde estava até ontem.

“O relógio andou tanto que eu nem me lembrava onde ele estava”, comentou Kurokawa. “Lembramos da importância do monumento e de sua homenagem e vamos deixá-lo na praça”, emendou o presidente da associação japonesa.

Apesar do monumento pertencer a colônia japonesa, o traslado do item foi realizado pela Prefeitura de Santo André. Kurokawa explica, no entanto, que coube à Sociedade Cultural Bunka pagar por toda restauração da peça. “Todo o processo de revitalização ficou orçado em R$ 15 mil, aproximadamente”, afirmou.

A Prefeitura de Santo André confirmou a mudança. “A comunidade japonesa solicitou alteração de local e se comprometeu a realizar a restauração”, afirmou a administração, em nota.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;