Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Governo de São Paulo apresenta calendário da 3ª dose para idosos; veja datas

André Henriques / DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


01/09/2021 | 13:33


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apresentou em coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira (1), o calendário de vacinação da terceira dose contra a covid-19 para idosos e imussoprumidos. De acordo com o cronograma, o governo estadual pretende imunizar o público acima de 60 anos até o dia 10 de outubro.

A vacinação com a terceira dose, de acordo com o governo estadual, foi planejada para atender grupos que já tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos seis meses.

Confira abaixo o cronograma da terceira dose apresentado pelo governo de São Paulo:

- 06 a 12/09: pessoas com mais de 90 anos;

- 13 a 19/09: pessoas de 85 a 89 anos;

- 20 a 26/09: pessoas de 80 e 84 anos e imussuprimidos;

- 27/09 a 3/10: pessoas de 70 a 79 anos;

- 04 a 10/10: pessoas de 60 a 69 anos.

A prefeitura de Piracicaba, cidade do interior paulista, informou na segunda-feira (30), que a cidade registrou a primeira morte em São Paulo causada pela variante delta do novo coronavírus. O caso foi reportado à Secretaria de Estado da Saúde, que informou à reportagem estar investigando os detalhes.

Até o momento, segundo o Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo tem 757 casos confirmados da delta. Classificada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ela é considerada mais transmissível do que outras cepas.

Dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa apontam que, proporcionalmente, São Paulo é o Estado que mais vacinou com a primeira dose, com 72,37% dos habitantes parcialmente imunizados. Enquanto isso, 37,18% da população do Estado recebeu duas doses ou dose única de vacinas anticovid.

A partir desta quarta-feira, a capital paulista passou a exigir o "passaporte da vacina" em eventos com mais de 500 pessoas. No setor de eventos, empresas correm com adaptações de última hora para atender a medida.

Leitos

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, anunciou nesta quarta-feira que o Estado registra o menor índice de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI) desde que o primeiro caso de covid-19 foi identificado. Segundo informou, a média de ocupação dos leitos é de 35,1% no Estado e de 35,9% na região metropolitana da capital paulista.

O Estado de São Paulo registrou, entre terça-feira (31) e hoje, 6.454 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus e 179 óbitos pela covid-19. Ao todo, o Estado contabiliza até esta quarta-feira 4.269.138 casos confirmados e 146.015 mortes pela doença.

De acordo com dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Estado registra recuo da disseminação da covid-19, segundo variação semanal - comparativo entre os sete últimos dias e os sete anteriores. Novos casos diminuíram 9,1%, novos óbitos, 3,6%, e novas internações, 12,6%. Na Região Metropolitana de São Paulo, novos óbitos caíram 17,1% e novas internações, 11,0%. Novos casos, entretanto, avançaram 5,1%.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;