Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Testamos: smartwatch IMILAB W12 vem cheio de funções por R$ 250

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bianca Bellucci
Do 33Giga

26/08/2021 | 17:18


Os produtos chineses chamam a atenção dos brasileiros por conta do excelente custo-benefício envolvido. Um destes modelos, inclusive, é o smartwatch IMILAB W12. O produto traz funções queridinhas da categoria, como monitoramento do sono, de atividades físicas e da saturação do oxigênio, pelo preço médio de R$ 250. Em comparação, um eletrônico similar não sai por menos de R$ 400 nas prateleiras brasileiras.

Leia mais:
Saiba como fazer a higienização do seu smartphone e smartwatch
Por que minhas compras da China demoram tanto para chegar?
Álbum: todos os eletrônicos testados pelo 33Giga

Primeiro passos

Para usar o IMILAB W12 é necessário sincronizá-lo com o celular por meio do Bluetooth. Mais do que isso, o usuário pode otimizar a experiência baixando o aplicativo GloryFit (disponível para Android e iOS). Lá, todas as métricas de saúde coletadas pelo smartwatch vão ser armazenadas, permitindo verificar o desempenho em curto, médio e longo prazos.

O app também serve para controlar o tipo de notificação que será exibida na tela touchscreen. O relógio inteligente é compatível com redes sociais, mensageiros, entre outros. No entanto, nenhum alerta é interativo. Ou seja, não dá para responder um recado ou atender ligações, por exemplo.

Mas o produto vem com dois recursos nativos – e interativos – que estão diretamente ligados ao smartphone. São eles: clima (que puxa a temperatura de acordo com a cidade escolhida no celular) e player de música (sendo possível controlar a reprodução independentemente do serviço).

Saúde em foco

O grande barato do IMILAB W12 são as funções que visam monitorar a saúde do usuário. Ao todo, são cinco. Em ritmo cardíaco, é possível conferir os batimentos do coração. Já saturação do oxigênio aponta a quantidade de oxigênio que está circulando no sangue – função, inclusive, bastante importante em tempos de covid-19, quando índices baixos indicam a necessidade de procurar atendimento médico.

O monitoramento do sono, por sua vez, é um recurso para saber até que ponto o usuário está, de fato, recuperando as energias. Embora na tela só marque o período de descanso, via aplicativo é possível saber quanto tempo foi gasto com sono profundo, leve ou adormecido. Obviamente, para gerar estes dados é necessário dormir com o relógio – algo não tão confortável.

As três opções funcionaram muito bem durante os testes do 33Giga. Quem não faz um bom serviço, no entanto, é o pedômetro. Sua contagem não tem qualquer sentido, uma vez que coleta passos mesmo com o usuário dentro de um carro, sentado ou até dormindo. Seguindo essa lógica maluca, uma pessoa em home office conseguiu andar 3 mil passos ao final do dia.

É válido destacar que o IMILAB W12 também permite monitorar 13 tipos de treinamentos: badminton, caminhada, corrida, corda, ciclismo, ginástica, ioga, montanhismo, remo, spinning, sit-ups, tênis de mesa e treino livre. Independentemente do esporte, o relógio marca tempo de atividade, frequência cardíaca e calorias gastas. No testes, foi usada a função “ioga”, que funcionou perfeitamente dentro da proposta.

Raio-X

IMILAB W12

Tela: 1,32 polegada
Dimensões da caixa do relógio (A x P): 4,6 x 1,1 cm
Dimensões da pulseira (L x A): 2,2 x 26 cm
Peso: 57 gramas
Compatibilidade: a partir do Android 4.4 e do iOS 9
Duração da bateria: 14 dias
Preço médio: R$ 250
Pontos positivos: preço, cinco funções para monitorar a saúde, aplicativo com recursos extras, personalização de pulseira e visor, bateria de longa duração
Pontos negativos: poucas interações diretas com o smartphone conectado, pedômetro tem marcação maluca, idioma é misto de inglês e português de Portugal, só é encontrado fora do Brasil
Site oficial: https://bit.ly/3mwRB9f
Compra via AliExpress: https://bit.ly/3gAOI3f

Outros detalhes

Quando o assunto é design, o IMILAB W12 é simples. A tela de 1,32 polegada é grande suficiente para a interação, sem ser exagerada para os pulsos mais finos. Enquanto isso, a pulseira é feita em silicone, confortável para longas jornadas. É válido dizer que o kit acompanha duas alças: uma preta e outra verde.

A personalização, entretanto, vai além da pulseira. O usuário pode escolher o layout do visor. O relógio vem com seis opções disponíveis, mas é possível baixar mais de 30 pelo aplicativo. O download das peças costuma demorar um pouquinho.

Ainda vale dizer que o smartwatch vem com bateria que dura cerca de 14 dias – recarga leva 2 horas e é feita pelo cabo que acompanha o kit, que tem uma espécie de ímã que se encaixa à caixa do relógio – e certificação IP68, que protege contra poeira e permite ao usuário ficar embaixo d’água por pelo menos 30 minutos em até um metro e meio de profundidade.

O que pode incomodar a experiência de algumas pessoas, por sua vez, é o idioma. Tanto o aplicativo como o smartwatch misturam traduções em inglês e português de Portugal.

Como comprar

A Imilab é uma marca da chinesa Longchees, que também disponibiliza linhas de câmeras de segurança e webcams, como a Vidlok W91, testada anteriormente pelo 33Giga. Ela não tem representação no Brasil, mas é possível encontrar alguns produtos sendo revendidos em sites nacionais.

O IMILAB W12, no entanto, não está disponível no mercado brasileiro. Só é possível encontrá-lo em marketplaces chineses. O AliExpress é o que oferece as melhores condições. O smartwatch sai por cerca de R$ 250 e com frete grátis. Taxas e impostos não estão inclusos. A entrega pode levar cerca de um mês.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, veja imagens do smartwatch IMILAB W12:



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;