Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Museu da Máfia, em Las Vegas, traz histórias da Lei Seca e de Al Capone

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paulo Basso Jr.
Do Rota de Férias

20/10/2021 | 17:08


O Mob Museum, ou Museu da Máfia, é uma das gratas surpresas de Downtown Las Vegas, trecho da cidade que fica mais afastado da Strip, onde estão os hotéis-cassinos mais famosos, mas que vem se tornando cada vez mais turístico.

Hotéis, pousadas e casas de aluguel em Las Vegas – Encontre aqui a melhor opção para você.

Com diversas histórias do começo do século 20, o Museu da Máfia tem tudo a ver com Las Vegas, pois foi um gângster chamado Benjamin “Bugsy” Siegel o responsável por inaugurar ali, em 1946, o primeiro megacassino da cidade, o Flamingo Hotel (o nome foi dado em homenagem a uma namorada, que tinha pernas longas e vistosas).

O jogo havia sido liberado em Nevada na década anterior, marcada pela Lei Seca (que durou de 1920 a 1933) e a consequente ascensão dos mafiosos. Daí para frente, a cidade construída no meio do deserto do estado nunca mais foi a mesma.

Museu da Máfia, em Las Vegas

Paulo Basso Jr.
Museu da Máfia, em Las Vegas

 

O ingresso regular que dá acesso ao Museu da Máfia, disponível no site oficial, custa US$ 29,95 e permite que você fique sabendo de todas essas histórias e ainda observe uma série de objetos e fatos relacionados a Al Capone e companhia, com direito até a conexão com a indústria cinematográfica de Hollywood.

Para usar telefone e internet nos EUA, clique neste link e garanta seu chip viagem internacional. Use o cupom rotadeferias para ganhar até 10% de desconto.

Bar da Lei Seca

Dá também para ir além: por US$ 41,95, o acesso ao museu inclui vivenciar uma experiência interativa. Uma boa dica é faze a degustação de moonshine (bebida base do uísque americano e que tem relação direta com a Lei Seca) na destilaria que funciona no porão do prédio. São servidas três doses em meio a diversos fatos interessantes da cultura da máfia.

A pequena fábrica fica em uma sala envidraçada de um speakeasy, tipo de bar que está na moda nos Estados Unidos e que representa os espaços clandestinos que funcionaram durante o período em que era proibido vender bebidas alcoólicas no país (estima-se que chegaram a existir 200 mil estabelecimentos do gênero durante a Lei Seca).

Paulo Basso Jr.
Drinque The Marlow é servido “escondido”

 

Ali também dá para tomar ótimos drinques, como o The Marlow, com bourbon, blackberry, cereja, limão e alecrim, servido em uma garrafa escondida em uma caixa de madeira, que remete a um livro. Não deixe também de espiar a curiosa sala VIP cujo acesso se dá por de trás de um imenso quadro preto e branco de uma mulher.

Compare aqui os preços de todas as empresas que voam para Las Vegas e garanta as passagens mais baratas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;