Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ex-mulher de Tite tem cargo terceirizado em São Caetano

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Marie Claire Markesz atua como assistente social em equipamento de saúde na cidade por meio de vínculo com FUABC


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

17/08/2021 | 00:16


Ex-mulher do prefeito Tite Campanella (Cidadania), de São Caetano, Marie Claire Markesz é funcionária terceirizada na administração do ex-marido. O vínculo trabalhista de Marie com o município é com a FUABC (Fundação do ABC), que recebe recursos públicos para gerenciar a saúde e que é investigada pelo Ministério Público por empregar apadrinhados de políticos da região.

O Diário apurou que Marie ocupa a função de assistente social do setor. Ela atua no departamento que opera o cartão municipal que dá acesso aos serviços de saúde e assistência social no município, antigamente chamado de CidCard. No cargo, a ex-mulher de Tite recebe R$ 6.509,61 brutos por mês, segundo o portal da transparência da FUABC. Marie Claire é mãe de Anne Beatrice Markesz Campanella, 39 anos, filha mais velha de Tite. Como mostrou ontem o Diário, Anne recebeu auxílio emergencial pago no ano passado pelo governo federal para auxiliar famílias de baixa renda na pandemia – sacou R$ 3.600 em sete parcelas – mesmo possuindo realidade financeira bem distinta do público-alvo do benefício.

Na prática, Marie é funcionária do município governado pelo próprio ex-marido, mas de forma indireta. O Palácio da Cerâmica repassa cerca de R$ 1,5 milhão por mês para a FUABC gerenciar os equipamentos de saúde da cidade e fornecer a mão de obra. A relação de funcionários da FUABC que atuam no bojo do contrato com São Caetano, inclusive, é divulgada no próprio portal da transparência do município.

São Caetano é uma das mantenedoras da FUABC. A atual presidente da entidade, inclusive, Adriana Berringer Stephan, foi alçada ao cargo no início do ano passado por indicação do município, ainda na gestão do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB). Médica que atuava na gestão do tucano, Adriana é amiga de Tite e chegou até a trabalhar na campanha para o hoje prefeito interino no pleito de 2020, quando ele tentou, com êxito, a reeleição para vereador – recebeu 1.678 votos.

O apadrinhamento político para os cargos da FUABC não é novidade. No ano passado, o Ministério Público instaurou inquérito para investigar justamente denúncias de indicações políticas e até privilégios de atendimentos em equipamentos de saúde na cidade geridos pela FUABC. Em 2019, sob a gestão de Luiz Mario Pereira de Souza Gomes, a entidade se comprometeu com o MP a adotar medidas de compliance (boas práticas de mercado), como aumentar a transparência da instituição e vetar nepotismo.

Marie não é o primeiro caso de figura próxima de Tite ou de familiares diretos do prefeito que possuem cargo no governo. O Diário revelou há dez dias que o irmão mais velho de Tite, o ex-vereador Adauto Campanella, é funcionário comissionado no Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), onde ganha R$ 11.845,74 como assessor da superintendência.

Ao Diário, a FUABC confirmou que Marie Claire é terceirizada em São Caetano desde 2017 e que exerce “plenamente as funções inerentes ao cargo”. A gestão Tite se calou sobre o assunto.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;