Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

SP anuncia reforma de 400 residências em núcleo de Sto.André

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Habitações ficam na Rua dos Dominicanos e deverão receber até R$ 20 mil em intervenções; Estado vai investir R$ 8 mi na iniciativa


Daniel Tossato

17/08/2021 | 03:06


O Estado lançou ontem, em Santo André, mais uma etapa do projeto Viver Melhor, que visa recuperar habitações consideradas inadequadas, onde vivem famílias em vulnerabilidade social e em assentamentos precários. Na cidade, aproximadamente 400 casas, todas no núcleo ABB (antiga Associação Banco do Brasil), na Rua dos Dominicanos, no Jardim Santo André, deverão receber as intervenções, que deverão consumir, aproximadamente, R$ 8 milhões.

Ao todo, em toda Região Metropolitana serão cerca de 4.500 habitações que receberão reforma, em total de investimento de R$ 90 milhões. Cada casa terá reforma avaliada em até R$ 20 mil.

Conforme o secretário de Habitação do Estado, Flávio Amary, o projeto tem a intenção de levar dignidade aos moradores destas áreas. “Vamos trabalhar para entregar estas residências reformadas antes do Natal”, declarou.

O Viver Melhor é voltado para famílias com renda de até cinco salários mínimos e que residam em habitações consideradas insalubres. O pacote de intervenções abrange desde substituição de madeiras por alvenaria, passando por colocação de pisos, reparo em fiações elétricas e rede de esgoto.

Para o secretário executivo de Habitação do Estado, Fernando Marangoni (DEM), que já atuou como secretário de Habitação de Santo André na gestão do prefeito Paulo Serra (PSDB), a ação tem objetivo de diminuir o deficit qualitativo de habitação. “Trabalhamos nesse projeto há mais de um ano. Programa complexo, principalmente na questão jurídica. Cada casa tem um tipo de problema. Visitamos algumas residências aqui e vimos crianças dormindo no chão, falta de acesso na moradia e fiação exposta. Queremos regularizar tudo isso”, declarou Marangoni.

O prefeito Paulo Serra (PSDB), que também prestigiou o evento, relembrou da atuação de Marangoni no Executivo de Santo André e de que o projeto Viver Melhor tem embrião na cidade. “Quando Marangoni foi convidado para atuar no Estado, ele acabou levando o projeto para lá. Nós iniciamos esta ideia de urbanização, microintervenções, lá atrás, de forma pequena, em 2017 ainda. E aqui em Santo André, 400 famílias serão beneficiadas”, declarou o tucano.

Moradora do núcleo ABB, Maria Caroline Heneques, 22 anos, afirmou que sua casa, um barraco de madeira, será totalmente reformada. “Finalmente poderei chamar minha casa de lar. Terei dignidade e minha filha também”. A casa de Maria, por exemplo, será reerguida com alvenaria, conforme a moradora.

Cinthia Batista de Jesus, 30, também moradora do núcleo, já faz planos para a obra. Grávida de dois meses, a mulher não vê a hora da reforma iniciar. “Quero que minha filha nasça em casa arrumada, com quarto bonito”, declarou.

Santo André é a segunda cidade do Grande ABC contemplada com o programa. Em julho, o Estado anunciou a intervenção no núcleo habitacional DER, que fica ao lado da Rodovia Anchieta, em São Bernardo, e que terá 500 casas reformadas.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;