Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

No Canindé, muito da história de São Caetano

Do acervo do museu da Portuguesa de Desportos, no Canindé...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

29/03/2012 | 00:00


Do acervo do museu da Portuguesa de Desportos, no Canindé, em São Paulo, duas taças que trazem o nome de São Caetano e do São Caetano Esporte Clube, fundado em 1914. Quem as descobriu foi o historiador Everton Calício, diretor do museu histórico da Lusa. Calício teve a sua atenção despertada para as taças ao ler nota aqui em Memória, quando falamos do último encontro realizado entre a Portuguesa e o Azulão, dia 26 de fevereiro.

O museu da Portuguesa leva o nome de Dr. Eduardo de Campos Rosmaninho e vale a pena ser visitado.

O São Caetano EC caminha para o centenário. A Portuguesa de Desportos foi uma das suas parceiras lá atrás, no início da história de ambos os clubes. Na celebração do centenário, pode-se pensar num intercâmbio, em trazer as taças de volta; claro, só para uma exposição temporária em terras do velho Tijucuçu. Com a palavra os historiadores do São Caetano da Rua Ceará, professor Oscar Garbelotto e mestre Narciso Ferrari. Que tal uma visita ao museu da Lusa querida?

As taças vão para o Cambuci

Texto: Everton Calício

As taças são relativas aos primeiros anos de vida da Portuguesa e relatam jogos que tivemos com o primeiro São Caetano.

A primeira taça é referente a um jogo da Associação Atlética Cinco de Outubro x São Caetano EC. Não temos registro do jogo, pois a Associação Cinco de Outubro foi um dos cinco clubes que se uniram para fundar a Portuguesa, em 14 de agosto de 1920.

Os outros times que se uniram para a formação da Portuguesa foram: Lusíadas, Marquês de Pombal, Lusitano e Portugal Marinhense. Até então eles disputavam o futebol na várzea paulistana.

Devido ao sucesso da fundação da Portuguesa Santista, em 1917, a colônia lusa da Capital sentia a necessidade de um clube de expressão para representar a pátria mãe.

A segunda taça leva o nome do Dr. Oliveira Salazar. Foi uma homenagem da colônia portuguesa de São Caetano ao time da capital. Consta que foi a primeira visita da Portuguesa a São Caetano, com o jogo disputado no bairro Fundação. Placar final: 3 a 2 para a Portuguesa.
Naquele tempo, a sede da Portuguesa ficava no bairro do Cambuci. A mudança para o Canindé ocorreu em 1956.

O MUSEU
Museu Histórico da Associação Portuguesa de Desportos Dr. Eduardo de Campos Rosmaninho. Endereço: Rua Comendador Nestor Pereira, 33, Canindé. Funcionamento: sábados, das 11h às 14h. E-mail: museuhistorico@portuguesa.com.br.

Acadêmicos 
José Bueno Lima e Simone Alves Pedersen tomam posse hoje na Academia de Letras da Grande São Paulo. Bueno passa a ocupar a cadeira 14, cujo patrono é Álvares de Azevedo; Simone, a cadeira 25, do patrono Vinicius de Moraes. Solenidade começa às 19h30. Endereço: Avenida Dr. Augusto de Toledo, 255, em São Caetano.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Domingo, 28 de março de 1982 - nº 4861
Especial - Santo André, São Caetano, Campo Grande: uma a uma, estações ferroviárias vão sendo destruídas. Concreto, vidro. Nada de preservação. Apesar de tudo, ainda há resistência. Reportagem: Elianete Simões.
Cinema - Entrega do Oscar: o circo vai ser armado pela 54ª vez.
Visuais/crítica (Enock Sacramento) - Luiz Sacilotto expõe na galeria Cosme Velho, na Alameda Lorena, em São Paulo.
Crônica 1 (Roterdan Cravo, pseudônimo do jornalista Fausto Polesi, editor-chefe e diretor de Redação do Diário) - Eleição sem sublegendas está forçando o nosso João a fazer piruetas.
Crônica 2 (Guido Fidelis) - O dia em que o homem descobriu o rosto no espelho do analista.

EM 29 DE MARÇO DE...
1927 - Nasce em Jarinú (SP) Urbano Contesini, despachante e criador de várias auto-escolas em São Bernardo.
1942 - Inaugurado o telégrafo nacional em Santo André, conforme pesquisa do saudoso historiador Octaviano Armando Gaiarsa.
1967 - Decreto 47.863 cria a região metropolitana da Grande São Paulo.

MUNICÍPIO PAULISTA
Pirajuí. Torna-se município em 1914, quando se separa de Bauru.

CAPITAIS BRASILEIRAS
Salvador, fundada em 1549; Curitiba, fundada em 1693.

Crônica de um Mineirinho
Depoimento: Expedito Soares

Eram 20 os diretores no então Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema (hoje do ABC). Alguns estavam dentro das grandes fábricas: Gilson Menezes, Juraci Magalhães, que morreu no Natal do ano retrasado, na cidade de Sumaré. 
O Jaime, outro diretor, foi assassinado em Pernambuco. Conflito de terra.
Mas, no sindicato, seis ou sete faziam o trabalho de base nas fábricas pequenas e administravam o sindicato. 
Por exemplo: Nelson Campanholo. Ele cuidava de farmácia, médico, dentista.
Rubens, vice-presidente, cuidava de outra área.
Eu cuidava da área cultural.
O Severino cuidava da burocracia, ata...
Enfim, nós dividíamos as tarefas dentro do sindicato.
Havia uma escola com centenas de alunos. Escola Madureza, que depois virou Supletivo. Depois a diretoria resolver fechar a escola. Foi uma tragédia.

Trabalhadores
226 - Fernando Bortoleto, 49. Natural de Franca (SP). Residia à Rua Columbia, 291. Operário da Rhodia.
227 - Benedito Franco, 38. Natural de Santo André. Residia à Rua Justino Paixão. Operário da Atlantis.
Fonte: 2º livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC. Ano: 1957. Presidente: Trajano José das Neves.

SANTOS DO DIA
Jonas, Eustácio e Secundo.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.
Na foto, São João Batista. Origem: Pernambuco. Século 18. Madeira policromada e dourada. São João Batista é primo de Jesus e o batizou nas margens do Rio Jordão.
Fontes: Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro. Contatos: 3326-1373; 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

FALECIMENTOS

SÃO BERNARDO
Agostinho Lattari, 91. Natural de São Paulo (SP). Dia 26. Cemitério de Vila Mariana, em São Paulo.
Arlindo Borges dos Santos, 83. Natural de Cataquases (MG). Dia 26. Cemitério dos Casa.
Pedro de Sales Mendanha, 76. Natural de Brumadinho (MG). Dia 26. Jardim da Colina.
Janete Elias Salvioni , 74. Natural de Ribeirão Claro (PR). Dia 23. Cemitério Municipal de Praia Grande (SP).
Antonio de Oliveira, 73. Natural de Cananéia (SP). Dia 26. Cemitério de sua cidade natal.
Douglas Candiani Feltrin, 33. Natural de São Paulo (SP). Dia 26. Jardim da Colina.

Serviços Funerários: Santo André - 4433-3544; São Bernardo - 4330-4527; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.
Para anunciar um falecimento, ligue para 4435-8000.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;