Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Força-tarefa de Doria realiza 1ª ação de combate a venda ilegal de madeira

Divulgação/Governo de São Paulo Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


14/08/2021 | 12:30


Lançado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em coletiva realizada na última semana, o Procon-SP Ambiental conduziu ontem, sexta-feira (13), sua primeira ação de combate a venda ilegal de madeira nativa. A força-tarefa multou proprietários de sete lojas, localizadas na região central (Brás) e nas zonas oeste e sul da capital. As infrações, segundo o governo estadual, consistem em irregularidades identificadas no estoque físico e na origem da madeira nativa vistoriada.

As ações da força-tarefa, composta por Polícia Militar Ambiental, equipes do Procon-SP e agentes da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), fizeram parte da operação nomeada de Floresta Amiga. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, foram mobilizados para as atividades cerca de 60 policias militares e 20 fiscais do Procon-SP, com apoio de 30 viaturas.

Após trabalho de inteligência de possíveis irregularidades no sistema eletrônico, as equipes realizaram a contagem e medição dos estoques de madeira de oito estabelecimentos. Depois, compararam as cargas com as declarações dos documentos de origem do produto florestal e apreenderam 500 metros cúbicos de madeira nativa.

Foram realizados 17 autos de infração ambiental, somando R$ 137 mil em multas a sete proprietários. Segundo o governo estadual, eles ainda responderão na esfera criminal, conforme a legislação vigente. Já os estabelecimentos serão autuados por comercializarem produtos em desacordo com a legislação ambiental.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;