Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Tite ejeta tucano de conselho e abre crise

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de S.Caetano coloca aliada em bloco fiscalizatório de fundo de trânsito sem comunicar Soares


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/08/2021 | 00:24


A mudança na indicação de vereador para compor o conselho diretor do Fatran (Fundo de Transportes e Assistência ao Trânsito) da Prefeitura de São Caetano se transformou em queda de braço entre o prefeito Tite Campanella (Cidadania) e integrantes do PSDB, partido do ex-prefeito José Auricchio Júnior.

No Diário Oficial de ontem, Tite publicou a composição do bloco e alijou o vereador Fábio Soares (PSDB) da titularidade do grupo. Em seu lugar, alocou a vereadora Magali Selva Pinto (Cidadania), uma das figuras políticas mais fiéis à sua gestão. Matheus Gianello (PL) ficou como suplente – nesta semana, o liberal cumpriu agenda ao lado do chefe do Executivo em comércios na cidade, com direito a ampla divulgação nas redes sociais.

Pelas regras internas, cabe ao presidente da Câmara, neste caso, Pio Mielo (PSDB), indicar vereadores para comissões que necessitem da presença de representantes do Legislativo. Pela experiência de Soares na área de trânsito – é pós-graduado e atuou por quase uma década na Secretaria de Mobilidade Urbana –, Pio confirmou ao Executivo a sugestão do nome do correligionário.

“Eu tenho em minhas mãos a publicação. Recebi em meu gabinete o documento de que havia sido nomeado para o conselho do Fatran. Acredito que deve ter havido algum erro na Prefeitura e publicaram o nome de outro vereador. Vamos esperar. Acredito que na segunda-feira vão resolver”, comentou Soares.

“Quando o prefeito enviou e-mail para o presidente nomear um vereador para parte de trânsito, por eu ter duas pós-graduações em trânsito, ser especializado no assunto e ter atuação no direito de trânsito, o Pio naturalmente me nomeou. O que aconteceu no meio do percurso vamos descobrir nesta semana semana. Mas foi uma surpresa”, emendou.

Segundo apurou o Diário, nas primeiras horas do dia o tucano fez ligações e entrou em contatos com o alto escalão do Palácio da Cerâmica e com articuladores na Câmara buscando explicações da alteração, até porque não teria sido previamente comunicado sobre o episódio.

A temperatura subiu perto da hora do almoço diante da ausência de respostas concretas. Alguns quadros do governo Tite culparam a Câmara pela indicação de Magali no lugar de Soares. Outros citaram que a mudança tinha patrocínio do secretário de Mobilidade Urbana, Geová Maria Faria. O conselho atua justamente na fiscalização de recursos da pasta de Geová e, conforme apurou o Diário, o atual secretário não gosta de Soares. Além disso, Geová fez campanha para Magali no ano passado.

Líder do PSDB na Câmara, Beto Vidoski confirmou que houve reunião da bancada tucana para tratar do assunto. “O presidente (Pio) chamou para si a responsabilidade. Comunicou a Prefeitura sobre algum ato falho que pode ter ocorrido e ficou o compromisso de acertar.”

Pio também contemporizou. “Não entendo a polêmica por um pequeno ato administrativo de única deliberação do presidente. Entendo ser natural dois vereadores (Soares e Magali) disputando a indicação para participar de um simples conselho.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;