Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sob Tite, Educação reutiliza mobília para inaugurar escolas

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Móveis são levados às Emeis Cleide Auricchio e Claudio Prieto enquanto licitação para compra de carteiras não é concluída; Paço nega risco de falhas


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

13/08/2021 | 00:01


O governo do prefeito de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), lançou mão de manobra para poder inaugurar escolas municipais com mobiliário. Neste ano, a administração abriu oficialmente as Emeis Cleide Rosa Auricchio, no bairro Santo Antônio, e Claudio Prieto, no bairro São José, sem ter concluído oficialmente a licitação para compra de móveis para as unidades. O processo de aquisição dos produtos está em curso, sem previsão de conclusão.

A Emei Cleide Rosa Auricchio foi entregue em maio, apresentada como modelo de escola-parque – foi instalada onde antes estava a Praça Luiz Olinto Tortorello, na Avenida Goiás. A Emei Claudio Prieto, em julho, ocupando espaço onde funcionava o Nucame (Núcleo de Capacitação do Menor) Wilson Prieto. As solenidades foram repletas de simbolismo, já que Cleide era mãe do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) e Prieto, ex-presidente do Lions Clube Barcelona e um dos criadores do Nucame (foi vítima da Covid-19).

Ao passo em que essas estruturas eram inauguradas, a Secretaria de Educação de São Caetano, gerenciada por Fabrício Coutinho, patinava no processo de compra de mobiliários. A aquisição era necessária para equipar as unidades e também para aparelhar a Emef Professora Eda Mantoanelli, no bairro Santa Maria, um dos maiores colégios da cidade e que passa por profunda reforma estrutural.

O Diário apurou que, para garantir que visualmente a solenidade de abertura das escolas não sofresse arranhões, o governo Tite autorizou o uso dos móveis encostados no Eda Mantoanelli, já que o colégio estava fechado para obras.

A licitação para compra dos mobiliários só foi publicada em 15 de julho deste ano – ou seja, depois que as Emeis Cleide Rosa Auricchio e Claudio Prieto abriram as portas. Doze dias depois, o governo suspendeu a concorrência, sem prazo para reabertura. Neste ínterim, começaram a ganhar força informações nos bastidores de que o governador João Doria (PSDB) iria colocar fim à quarentena por causa da Covid-19, liberando o retorno total das atividades. Entre elas, a educacional. Funcionários da Secretaria de Educação de São Caetano relataram ao Diário que havia risco de salas de aula ficarem fechadas nas duas unidades diante da falta de carteiras. A rede municipal retomou as aulas presenciais no dia 3 de agosto.

O vereador Jander Lira (DEM), cuja atuação é na área da educação (embora tenha sido secretário de Cultura de Paulo Pinheiro, DEM), vistoriou semana passada as escolas. O democrata disse que viu móveis novos na Emei Cleide Rosa Auricchio, mas produtos usados na Emei Claudio Prieto. “Além disso, na Prieto muitas salas estavam fechadas, trancadas e vazias. O que é, no mínimo, estranho”, pontuou o parlamentar.

Ele elaborou requerimento cobrando informações do governo Tite e do secretário Fabrício Coutinho acerca do episódio. Também tenta convocar Coutinho a prestar esclarecimentos à Câmara – a primeira investida ocorreu na sessão de terça-feira, mas a base de sustentação de Tite impediu o chamamento do auxiliar. “Tentaremos novamente nas próximas sessões”, prometeu Jander.

A licitação para compra de mobiliários é agora tocada pela BEC (Bolsa Eletrônica de Compras), mantida pelo governo do Estado. Na terça-feira, houve sessão de apresentação de propostas – como foi adotada a estratégia de divisão de lotes, várias empresas formalizaram as ofertas. O procedimento está em fase de análise documental, sem prazo de conclusão da etapa.

Ao Diário, o governo Tite garantiu que as mobílias estão devidamente instaladas nas Emeis Cleide Rosa Auricchio e Claudio Prieto. “Já a Emef Eda Mantoanelli está em obra. Portanto, a mobília será instalada na conclusão da obra”, citou. A previsão da administração é entregar a estrutura escolar até o fim do ano. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;