Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mesmo após ganhar na Justiça, criança
fica sem medicação de R$ 9 mi

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

STF determinou em julho que a União forneça a garota de Santo André o Zolgensma, utilizado para tratamento de amiotrofia muscular espinhal


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/08/2021 | 00:01


Apesar da decisão favorável do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux há duas semanas para que a União forneça para a pequena Alice, 2 anos, moradora de Santo André, a medicação Zolgensma para tratamento de AME (Amiotrofia Muscular Espinhal), a determinação ainda não foi cumprida. Desde 2020, o Diário acompanha as tentativas da família da criança de fazer com que o governo federal forneça a medicação, que tem custo estimado de R$ 8,8 milhões. Administrada em dose única, a droga é a utilizada para tratar a doença, que é muito rara e acomete a movimentação, respiração, fala e até mesmo o ato de engolir.

A demora no cumprimento da decisão tem afligido a família, uma vez que quanto mais tempo a criança levar para tomar a medicação, menor pode ser a eficácia da droga. “Ela pode tomar até ter 5 anos. Já vai completar 3 anos no mês que vem”, afirmou a mãe, Luana Cândido de Assunção, 26. “Meus sentimentos são de desespero, medo e aflição”, completou.

Em junho, o desembargador federal do TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) Nelton dos Santos determinou que o governo federal adquirisse o medicamento. A decisão foi suspensa em 14 de julho, atendendo pedido liminar da União, mas a família recorreu da decisão e no dia 17 de julho o ministro Luiz Fux reverteu a situação, dando novamente esperanças de tratamento para a criança.

A suspensão da decisão havia sido feita porque o governo federal argumentou que a medicação só poderia ser ministrada para crianças com até 2 anos. No entanto, os representantes da garotinha apresentaram petição em que comprovaram que, segundo bula da medicação publicada na Europa, a droga poderia ser ministrada até 5 anos, com até 21 quilos.

Com base neste e em outros documentos, Fux determinou a restauração dos efeitos da decisão do TRF-3 para que a União proceda o fornecimento do medicamento Zolgensma, bem como todos os custos de hospital, médicos e transporte, em dez dias (vencidos em 27 de julho), sob pena de multa diária de R$ 10 mil em favor da autora da ação.

Questionado sobre por que ainda não cumpriu a decisão judicial, o Ministério da Saúde apenas informou, em nota, que não há autorização para depósito judicial até o momento, mas que foi aberto processo de aquisição da medicação. A pasta não explicou qual é o órgão responsável pela autorização nem se há previsão de cumprimento da decisão judicial. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;