Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

São José dos Campos se firma como polo de startups


Wilson Marini
Da APJ

05/08/2021 | 00:56


Mais de 50 empresas, algumas delas com destaque nacional, fazem parte do ecossistema inovador de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, de acordo com mapeamento da ABStartups (Associação Brasileira de Startups) publicado pelo jornal O Vale, da Rede APJ (Associação Paulista de Portais e Jornais). Fazem parte desse grupo empresas como Guichê Virtual, QMágico, Quero Educação, Allgoo, SoluCX e mLabs. São José dos Campos é o epicentro do chamado Parahyba Valley, movimento que reúne as startups e empresas de base tecnológicas da região numa espécie de Vale do Silício brasileiro. “Startup é negócio do presente. Se olhar os países que estão indo bem, existem ecossistemas robustos, e São José é valorizado nessa área”, diz o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico local, Alberto Alves Marques Filho.

Seis pilares
No levantamento, a entidade aponta seis pilares que sustentam esse nicho: cultura (eventos e imprensa), densidade e diversidade, capital (investidores), ambiente regulatório, talentos e acesso ao mercado. A confluência dessas virtudes tem seu ápice no Parque Tecnológico da cidade, espaço que nasceu em 2006 e que se tornou hub de tecnologia, inovação, conhecimento e criação de empresas inovadoras. É considerado um dos maiores complexos de inovação e empreendedorismo do Brasil.

Destaques
Na avaliação do secretário Marques Filho, as áreas mais promissoras para o Startup São José são audiovisual, biotecnologia, games e saúde, com um polo “diversificado e não menos desenvolvido tecnologicamente”. Na sua avaliação, a cidade vem escrevendo um “novo e mais promissor capítulo da sua história” ofertando espaço para empreendedorismo, nova economia criativa e ao conhecimento. “Misturamos a velha indústria com o novo”.

City Lab
Um dos programas se chama City Lab, que abre oportunidades para que empresas ofereçam soluções criativas à prefeitura, em áreas como mobilidade, saúde, educação, inteligência de gestão e segurança.

Frase
“É muito grande a importância de São José dos Campos para as ciências brasileiras. Temos no Vale do Paraíba todo esse centro para as ciências. Há pessoas ilustres do país que se formaram no ITA e tem muito orgulho disso. Tudo isso cria uma espécie de Vale do Silício, é o Vale do Conhecimento”, afirma o filósofo e cientista político Renato Janine Ribeiro, presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).

Em São Carlos
Depois de um 2020 com abertura de vagas, o setor de tecnologia da informação (TI) em São Carlos engatou mais um semestre com contratações e expansão de mão-de-obra, segundo destaca o portal ACidade ON. Nos últimos 12 meses foram 439 novos postos. Os números refletem o mercado de trabalho em alta da tecnologia da informação da cidade. De 261 empregos criados nos últimos 6 meses, 154 foram para atividades de desenvolvimento e licenciamento de softwares não customizáveis. Outros 71 foram para empregos ligados ao desenvolvimento de programas sob encomenda e 23 para desenvolvimento de aplicativos customizáveis.

Década inteira
Para Anderson Criativo, CEO e cofundador do Onovolab, a geração de empregos no setor de tecnologia é "barata", uma vez que, diferentemente da indústria que necessita de altos investimentos em parque fabris, é possível criar com "um laptop conectado à internet". Segundo ele, “é muito animador ver que esses empregos de tecnologia estão com saldo positivo de curto prazo e vão ter também na década inteira".

Hubs de tecnologia
A animação de Anderson vem do fato de um movimento de interiorização dos hubs de tecnologia de informação. São Carlos tem um ambiente propício para a inovação e formação de startups e pode atrair mais escritórios de empresas sediadas na capital paulista, que já veem dificuldades em contratar novos profissionais. "O que ocorreu nos últimos dois anos, principalmente, é uma estagnação das contratações possíveis nas capitais. Isso faz com que ao longo dessa década, esse movimento só está no começo. Essas contratações vão ocorrer no Interior, não tenho dúvidas disso".

Avanço veterinário
São José do Rio Pardo contará com o primeiro Instituto Médico Veterinário Legal (IMVL) do Brasil. O órgão emitirá laudos técnicos para embasar inquéritos policiais para apuração e punição por crimes contra os animais.

Na Assembleia
? O deputado Roberto Morais (Cidadania), que tem base eleitoral em Piracicaba, pediu urgência na aprovação da Região Metropolitana de Piracicaba. O projeto tramita na Alesp desde 29 de junho.
? O deputado Raul Marcelo (PSOL) foi empossado terça-feira (3/8) na vaga da deputada Monica da Mandata Ativista, que se licenciou por 125 dias para cuidar da saúde.
? A lei que proíbe o fornecimento e uso de canudos plásticos no Estado completa dois anos neste mês.

Breves
? O DER abriu licitação para a contratação de obras e serviços de duplicação e melhorias da SP-008 entre Bragança Paulista e Socorro.
? O Estado de São Paulo comemora o Agosto Indígena. A data foi instituída este ano no calendário oficial do Estado.
? Em evento no Clube Hebraica, na capital, despediu-se do cargo o cônsul-geral de Israel em São Paulo, Alon Lavi. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;