Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradora de Mauá denuncia
desrespeito ao nome social

Produtora, Juju Beleza foi chamada pelo nome civil durante atendimento médico, em desrespeito a decreto federal que assegura seu direito


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

04/08/2021 | 18:36


 A produtora, animadora de plateia e repórter Juju Beleza, 37 anos, moradora de Mauá, denunciou nas suas redes sociais que foi vítima de transfobia dentro da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Maringá, na última terça-feira. Segundo a munícipe, ela procurou a unidade de saúde na segunda de noite, quando foi atendida normalmente. Já na terça pela manhã, tanto o atendente a chamou pelo seu nome civil, quanto o médico, identificado como Marcos Paulo.

Juju relatou que ao questionar e pedir para ser chamada por seu nome social, ouviu que o "profissional estava lá para saber da sua saúde e não do seu nome." A postura do servidor contraria decreto federal nº 8.727, de 28 de abril de 2016, que garante o uso do nome social no SUS (Sistema Único de Saúde).

A jovem, que é moradora do Jardim Bom Recanto, contou que essa foi a primeira vez que sofreu preconceito em um equipamento público e afirmou que se sentiu muito mal. "Me senti como um lixo", desabafou.

Questionada, a Prefeitura de Mauá informou, por nota, que na ficha da paciente na UPA constava o nome civil, conforme o RG. Que ao ser tratada desta forma pelo atendente, ela pediu que fosse utilizado seu nome social. O funcionário se desculpou e atendeu à solicitação, que foi anotada na ficha. Segundo a administração, por engano, o médico chamou a paciente pelo nome civil.

O comunicado informou ainda que a Secretaria de Saúde não compactua com nenhum tipo de prática discriminatória dos profissionais de qualquer unidade, e reforçou a orientação aos funcionários para, em casos similares, registrar e tratar os usuários pelo nome social.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;