Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Davati rebate reverendo e diz que jamais enviou proposta de US$ 11 por dose



03/08/2021 | 19:32


A empresa Davati Medical Supply informou que, ao contrário do que informou o depoente desta tarde à CPI da Covid, reverendo Amilton de Paula, jamais enviou proposta ao governo brasileiro em que oferecia o fornecimento de vacina ao valor de US$ 11 por dose. A declaração vai no sentido contrário do que disse Amilton à CPI da Covid nesta terça-feira, 3, quando afirmou que a proposta enviada ao Ministério da Saúde em que constava o valor de US$ 11 por vacina foi orientada pela própria empresa.

Em nota, a Davati afirma que inexiste documento firmado pela empresa com o valor citado por Amilton. Segundo o texto, a única proposta apresentada pela Davati Medical Supply ao governo federal foi em e-mail enviado diretamente ao então secretário do Ministério da Saúde, Élcio Franco, em que propunha o valor de US$ 10,00 por cada dose de vacina contra a covid-19, fabricadas pela Johnson & Johnson.

"O CEO da Davati Medical Supply (Herman Cardenas) nega veementemente a manifestação do reverendo Amilton de Paula Gomes nesta terça-feira (03) perante a CPI. Além disso, reitera que a empresa jamais credenciou o Luiz Paulo Dominghetti e o reverendo Amilton de Paula Gomes como representantes de seus produtos", conclui o texto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;