Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pela via democrática


Do Diário do Grande ABC

02/08/2021 | 23:59


O tempo pode até ser o senhor da razão. Que o diga o ex-presidente Fernando Collor, que se valeu da frase quando as ruas começavam a dar os primeiros sinais da insatisfação popular com os infortúnios que brotavam nos subterrâneos de seu governo. O primeiro eleito pelo voto direto após a ditadura militar sucumbiu depois das manifestações populares.


Passados 29 anos do impeachment do ‘caçador de marajás’, as ruas novamente estão em ebulição. Desta vez aquecidas por declarações de Jair Bolsonaro sobre a teórica existência de fraudes no processo eleitoral. Ocorrências sobre as quais ele bradava ter provas sólidas, mas que, agora, sustenta tratar-se de indícios.


As citações de Bolsonaro não são novas. Em sua trajetória política ele sempre flertou com a polêmica. A questão é que até as eleições de 2018 eram ditas em programas populares de auditório ou em eventos voltados a público específico. Hoje, enquanto chefe do Executivo nacional, tais declarações ganham dimensão absolutamente maior.


A eleição para a Presidência será em 2022, mas a campanha está em pleno curso há tempos, com duas frentes monopolizando as atenções. Bolsonaro, que, em baixa nas pesquisas, apela ao conflito, e Lula, que ganhou a condição de candidato após a anulação dos processos que enfrentava.


João Doria, candidatíssimo ao Planalto desde que assumiu o Palácio dos Bandeirantes, há três anos, deu ontem importante depoimento durante passagem pelo Grande ABC. Vai participar das prévias tucanas para a escolha de um concorrente e, segundo ele, independentemente de quem for o escolhido, a campanha será limpa, sem ataques aos participantes e com “união em torno de propostas para o Brasil”. Doria, como não poderia deixar de ser, fala que dessa disputa não definirá a terceira via, mas sim a “melhor via”.


Tomara que essa campanha republicana se confirme e que possa contagiar os pleiteantes de outros partidos. O eleitor precisa de propostas sérias. Não de ofensas e deboches. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;