Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uma fábula histórica na Vila Barcelona


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

03/08/2021 | 00:01


Foi de fundamental importância para o grupo que pesquisou o bairro Barcelona o trabalho artístico de Amanda Tambory. Ela colocou no papel, em forma de desenhos, as histórias colhidas pelos alunos da USCS.

À época, escrevemos:
Memória arrisca-se a dizer que o grupo é autor da primeira fábula histórica do Grande ABC. Uma bela e elucidativa fábula, que fala de duendes e fadas que se encontravam na Padaria Canoa para o café.

 A fala ganha desenhos verdadeiramente mágicos de Amanda Tambory, que conseguiu criar um cenário representativo e envolvente da chegada da General Motors, da Fiação e Tecelagem Nice, da primeira capela de Nossa Senhora Aparecida, das procissões, da igreja ucraniana.

São criações e desenhos até cronológicos. Fica fácil entender que a primeira água encanada da Vila Barcelona data de 1950, que as ruas começaram a ser pavimentadas em 1960, que a primeira agência do correio foi instalada em 1970...
n A fábula conta que um bebê sofreu um acidente com um bule de café. Para distraí-lo, os duendes iam contar histórias todos os dias para ele. Aquele bebê somos nós, expectadores do curta-metragem apresentado.

E é emocionante observar a descrição do ajardinamento da Rua Nazaré – obra marcante de antigas administrações municipais – e de um prédio desaparecido que ficava entre o Córrego do Moinho e a Rua Tiradentes.

 A fábula de fato é um show de bom gosto em criatividade, seguida de um lance genial: reunir, em cenas separadas, uma aluna que estudou no Grupo Escolar 28 de Julho em 1966 e 1967, no caso Claudete Sanches, e a filha Manoela, hoje aluna da agora EMEF 28 de Julho. Mãe e filha que descrevem especialmente as aulas de arte, numa comparação de gerações, após a fala da representante oficial da escola, professora Débora Mello: “Nossa escola foi inaugurada em 28 de julho de 1951”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;