Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Dia dos Pais vai movimentar R$ 70,2 milhões no Grande ABC

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Resultado representa 13,5% de alta real em relação ao ano passado


Yara Ferraz

02/08/2021 | 15:00


Pesquisa aponta que o comércio do Grande ABC deverá movimentar em torno de R$ 70 milhões no Dia dos Pais. O valor significa alta real, ou seja, considerando a inflação do período, de 13,5%, em relação ao ano passado.

Os dados são da PIC (Pesquisa de Intenção de Compra), elaborada pelo Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, que foi divulgada ontem. O levantamento teve como base 346 questionários realizados com consumidores da região no período entre 8 e 30 de julho.

De acordo com o coordenador do Observatório e responsável pela pesquisa, Sandro Maskio, o montante do ano passado era “extremamente baixo” (valor nominal de R$ 57 milhões e deflacionado, de R$ 60 milhões), já que a data ocorreu poucos meses após o início da pandemia do coronavírus, em março.

“Já temos uma adaptação melhor do consumidor e dos comerciantes com a situação da pandemia. No ano passado, ainda havia um maior clima de incerteza, sem saber quanto tempo tudo isso ia durar. Agora, mesmo com uma queda da massa de renda, a sociedade adaptou o seu meio de vida com a pandemia. Isso sem falar que temos o avanço da vacinação, uma realidade bem diferente do ano passado.”

Maskio destacou que, mesmo com a melhora neste ano, ainda é um dos três piores resultados econômicos nos dez anos de PIC, impactado pelo cenário de desemprego ainda elevado e às altas de preços.

O valor médio que os consumidores da região pretendem pagar pelo presente para os pais é de R$ 160. Na comparação com os R$ 118 registrados no ano passado, significa aumento nominal de 35%, ou real de 25% se considerada a inflação acumulada de 8,35% nos últimos 12 meses (até março).

Já os gastos planejados para o dia (que incluem mais de um presente, almoço, jantar ou passeio) revelam intenção de desembolsar R$ 219. Em 2020, este valor foi de R$ 144, aumento nominal de 51%, ou real de 40%.

Outra mudança no perfil dos consumidores acarretada pela pandemia aparece nas formas preferidas pelos entrevistados para aquisição dos presentes. A maioria, 41.6%, prefere fazer as compras por meios digitais, enquanto 31,1% declararam que deverão realizar compras presencialmente – no ano passado, eram 11%.

“Esse aumento da opção pelo presencial em relação ao ano passado mostra um grau de confiança maior nas compras e até mesmo na proteção contra a Covid-19. Mas o digital realmente ainda é mais forte, já que essa é uma tendência que a pandemia acelerou e veio para ficar”, disse Maskio.

O consumidor também vai priorizar presentear o pai (82,5% dos entrevistados). Apenas 9,3% pretendem também presentear os maridos, 2,7%, os sogros e 1,6%, os avôs. Uma novidade desta edição é que cerca de 50% dos 346 entrevistados se declararam propensos a alterar a data de compra de presentes às pessoas de seu convívio com objetivo de aproveitar períodos promocionais, como a Black Friday.

ROUPAS
Em tempos de baixas temperaturas, os pais do Grande ABC devem ganhar blusas, jaquetas, calças e demais itens de vestuário. Cerca de 63,8% devem optar por esse tipo de presente (veja mais na arte acima).

“É um item com flexibilidade, então as pessoas conseguem comprar desde uma meia até uma jaqueta. Então, o consumidor consegue comprar desde presentes simples, como apenas uma lembrança, até itens que custam mais caro”, afirmou Maskio.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;