Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Livro discute baixa presença de mulheres na política do Brasil

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

02/08/2021 | 07:00


Embora sejam 52% do eleitorado brasileiro, as mulheres comandam apenas quatro dos 33 partidos existentes no País. A baixa participação feminina na política nacional preocupa as autoras de Princesas de Maquiavel: Por Mais Mulheres na Política, livro organizado pela cientista política Juliana Fratini que deve chegar às livrarias no mês de outubro, pela Editora Matrix.

“Em 2021, a senadora Simone Tebet (MDB, do Mato Grosso do Sul) foi a primeira mulher a concorrer à presidência do Senado e apesar de abandonada pelo partido, amealhou boa votação. Já na Câmara, a representação feminina é de apenas 15%”, diz Juliana, que afirma que o livro pretende ajudar a alterar a realidade.

Para discutir o tema, foram convidadas mulheres que militam à esquerda e à direita do espectro político. Três das quatro que comandam partidos assinam textos no livro: Gleisi Hoffmann (presidente do PT), Renata Abreu (Podemos) e Luciana Santos (PCdoB).

Além de políticas, o livro abre espaço para mulheres que atuam em organizações da sociedade civil. Uma delas é a cofundadora do Grupo Mulheres do Brasil, a empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza e cotada para ser candidata a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Luiz Inácio Lula da Silva.

Também escrevem artigos jornalistas políticas atuantes nas redes sociais, como Madeleine Lacsko, especialista em cidadania digital, e Cynara Menezes, editora do site Socialista Morena. Homens são representados pelo ministro Luís Roberto Barroso, ex-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;