Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Paolla Oliveira fala pela primeira vez sobre namoro com Diogo Nogueira e pondera: É cedo para pensar em filhos



01/08/2021 | 12:10


Paolla Oliveira está surpresa pela repercussão de seu recém-assumido namoro com Diogo Nogueira. Em bate-papo com a revista Ela, do jornal O Globo, a atriz disse que não esperava tanta comoção dos fãs e até mesmo dos famosos, shippando seu mais novo relacionamento, mas que está contente pela fase atual de sua vida:

- Eu, que sempre tentei blindar meus relacionamentos, de repente me vi nessa situação. Mas está bom, está leve, declarou.

A atriz ainda revelou como foi que conheceu Diogo Nogueira, entregando Mumuzinho como o cupido do casal. Sem receios, ela foi só elogios ao namorado:

- Não conhecia o Diogo pessoalmente, nunca tinha ido a um show dele. O (também sambista) Mumuzinho, amigo nosso em comum, fez as apresentações, e foi tudo muito tranquilo. Eu tinha terminado um relacionamento há um tempo, e não tinha expectativa para nada. Na verdade, nunca crio expectativas para essas coisas. Mas deu samba (risos). Bons encontros são para a vida. Se posso falar alguma coisa é que estou tendo a sorte de conhecer o Diogo mais de perto. Ele tem uma luz enorme, poderosa, potente. É uma sorte poder estar ao lado de uma pessoa que você ouviu falar que é muito legal e, quando chega perto, é tudo aquilo e ainda mais. Tenho sorte.

Rainha de bateria, Paolla ainda falou ser um privilégio namorar com sambista:

- Sou muito apaixonada por samba, inclusive é uma coisa que meu pai ficou encucado quando fui rainha de bateria pela primeira vez (em 2009): ?Menina, desde quando você gosta de samba??. Realmente, não sei. Mas amo desde que me mudei para o Rio, com 20 e poucos anos. Curti muito e tive a oportunidade de conhecer pessoas especiais como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Martinho da Vila. E o João Nogueira (pai de Diogo, morto em 2000) é um ícone. Então, para quem gosta do bom samba, realmente é um privilégio (esse namoro)

Ciúmes também foi pauta da entrevista, afinal, Diogo Nogueira é bastante assediado pelas fãs e faz sucesso por onde passa. Para Paolla, no entanto, isso não é um problema:

- Já sofri por ciúmes (de ex-namorados), até antes de virar artista, e acho péssimo. Quando estou com uma pessoa, tento deixá-la segura para que o ciúmes não exista, independentemente da minha persona. É um sentimento que não leva a lugar algum. Sentimento não, essa coisa chamada ciúmes. Então, afasta isso de mim! E quero para quem está comigo a mesma coisa que quero para mim: que brilhe ainda mais. E deixa as mulheres curtirem (o Diogo) e serem felizes. Eu também gritaria lindo se estivesse lá embaixo, na plateia.

Sem pressa para dar um passo a mais no relacionamento, Paolla ponderou que ainda não pensa em filhos com o amado, embora o ache um ótimo pai. Ela, que está com 39 anos de idade, entregou que até congelou óvulos para ter a opção de engravidar futuramente:

- Há cerca de dois anos, fiz o congelamento de óvulos porque não há como brigar com a ciência nem com a natureza humana. Foi para eu ter a opção (de ser mãe) e não sofrer imposições. E continuo aqui, plena. Ainda é cedo para eu pensar em filhos, imagina... Sim, o Diogo é um bom pai, tem um menino de 15 anos. Gostar de família, fora aquela luz toda, realmente é uma coisa boa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;