Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Educação financeira também começa no berço

André Henriques/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Crianças contam como fazem para economizar dinheiro; cursos ensinam a poupar recursos


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

01/08/2021 | 01:00


Dinheiro. Poupança. Juros bancários. Tudo isso é assunto de gente grande, certo? Errado. Crianças também podem se interessar pelo tema. Aliás, muitas delas já sabem bastante, graças a dicas de familiares ou cursos. Há maneiras divertidas e interessantes para se tornar adulto responsável no tratamento das questões financeiras.

Isabela Vasconcelos Lima, 13 anos, moradora de Santo André, percebeu desde cedo a importância das informações econômicas. Ela lembra que até pouco tempo atrás, economizava moedas até que fossem suficientes para trocar por uma cédula de papel, quando, então, corria para gastá-la. Agora, porém, a andreense aprendeu a poupar. “Não tinha a noção do quanto podemos fazer se nos planejamos e guardamos o dinheiro de forma correta”, declara a estudante.

Isa conseguiu aprender mais sobre o assunto com a irmã, a bancária e educadora financeira, Juliana Vasconcelos Lima, 25 anos, que montou, recentemente, o curso Bendito Cofrinho, que aborda justamente questões sobre educação financeira (leia mais abaixo).

Depois de participar do curso e de colher mais informações com a irmã, Isabela começou a pensar mais em seu futuro. “Aprendi que quem tem sonho, é necessário também pensar em dinheiro. Planejando, guardando e fazendo cálculos, vamos conseguir conquistá-lo”, completa, reforçando o poder do planejamento econômico na realização de um desejo que se quer muito.

Além de Isabela, Enzo Gabriel Silva, 9, de São Bernardo, também se interessou pelo assunto depois de ter feito o curso com Juliana. O garoto conta que não sabia que tinha tanta coisa para aprender sobre dinheiro.

Uma das lições mais importantes que aprendeu é sobre a poupança. Agora, quando ganha mesada dos pais, já tem a consciência do que fazer com o dinheiro. “Antes eu queria gastar, do meu jeito; hoje, prefiro guardar, juntar para comprar algo mais legal, mesmo que demore um pouco mais”, destaca Enzo.

A estudante Melissa Filippetti, 13, de São Bernardo, também segue pelo caminho de Isa e Enzo. No começo do curso, segundo ela, achava que seria ‘tranquilo’, mas percebeu que aprendeu muito mais do que imaginava, de forma fácil e objetiva. 

Melissa explica que aprendeu sobre juros, taxas e até empréstimos. “Eu pensava que era possível ganhar dinheiro e já gastar com alguma coisa, mas vai muito além disso. O principal é administrar o seu dinheiro. Quanto você pode gastar e com o que você pode gastar”, detalha a garota. 

Apaixonada por finanças, Mel comenta que pretende trabalhar em uma profissão relacionada a tecnologia e a investimentos quando for adulta.

Curso explica às crianças como guardar e administrar dinheiro 

A educadora financeira Juliana Vasconcelos Lima, 25 anos, percebeu que, além dos adultos, era necessário explicar a crianças e adolescentes sobre assuntos que envolvem a educação financeira.

Foi então que criou o curso Bendito Cofrinho, que aborda, justamente, questões relacionadas ao dinheiro de forma leve e objetiva para as crianças. O curso de oito aulas já recebeu sua primeira turma de forma presencial, para aprender durante uma hora e meia por dia.

Sonhos, profissões, dinheiro, bancos, investimentos, poupança e economia são alguns dos temas abordados nas aulas. “Nós (adultos) já temos os hábitos em relação ao dinheiro. Já as crianças precisam ser formadas. Na infância, é mais fácil adquirir conhecimento”, conta a professora.

A primeira aula foi realizada em São Bernardo, em um espaço onde também funciona uma escola de inglês. Agora, Juliana prepara a segunda turma, já que é necessário encaixar os horários dos alunos. 

Juliana disponibilizou, no Instagram @benditocofrinho, um formulário para quem tiver interesse em participar da próxima turma. Pela rede social, também é possível conhecer mais sobre o curso e tirar algumas dúvidas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;