Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Paulo André não avança à final dos 100m e se emociona: 'Sei do meu potencial'



01/08/2021 | 08:15


O brasileiro Paulo André não conseguiu avançar à final dos 100 metros rasos nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a prova mais rápida do atletismo. No início da manhã desta segunda-feira, pelo horário brasileiro, ele foi o último colocado na terceira bateria das semifinais, a série mais forte das três, ao anotar 10s31.

Paulo André ficou em oitavo lugar em sua série e na 23ª posição entre todos os 24 atletas que disputaram esta fase - Reece Prescod, da Grã-Bretanha, queimou a largada e foi eliminado. O atleta brasileiro piorou seu tempo em relação às quartas, fase em que tinha anotado 10s17. Ele fez uma largada ruim e não conseguiu se recuperar.

"É difícil", definiu Paulo André, antes de cair no choro e precisar de alguns segundos para continuar a entrevista ao SporTV. "Mistura de sentimento. Estou muito contente de estar aqui, mas não me permito não brigar por essa medalha".

Paulo André não soube explicar por que seu desempenho foi abaixo do esperado. Mas, emocionado, garantiu que não vai descansar enquanto não conquistar uma medalha olímpica.

"Olimpíada é pra poucos. Eu sei do meu potencial. Tenho 22 anos e posso fazer isso a vida toda. Não vou parar até brigar por essa medalha. Os 100m são muito complicados. Pode ter certeza que em Paris eu vou fazer de tudo para conseguir essa medalha", assegurou.

Avançam à final os dois melhores de cada uma das três baterias, além dos dois melhores tempos restantes. A série que Paulo André disputou foi a mais forte das três, visto que quatro atletas dessa bateria se classificaram para a decisão com os quatro melhores tempos.

O grande destaque das semifinais foi chinês Su Bingtian, o mais rápido entre os oito finalistas, com a marca de 9,83, empatado com o americano Ronnier Baker. O italiano Lamont Marcell Jacobs, o sul-africano Akani Simbine, o americano Fred Kerley, o britânico Zharnel Hughes, o canadense Andre de Grasse e o nigeriano Enoch Adegoke foram os outros velocistas que garantiram vaga na final da prova mais rápida do atletismo.

Trayvon Bromell, favorito da lenda Usain Bolt para o ouro nos 100m e dono do melhor tempo no ano, decepcionou e foi eliminado na semifinal.

O Brasil compete na semifinal dos 400m com barreiras ainda nesta segunda-feira com Alison dos Santos. E Paulo André terá mais uma chance de brigar por medalha em Tóquio no revezamento 4x100m.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;