Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

FHC recebe líder da oposiçao peruana


Do Diário do Grande ABC

10/11/2000 | 00:13


O candidato da oposiçao ao governo do Peru, Alejandro Toledo, afirmou ontem "que nao deseja" que o Brasil conceda asilo político ao ex-chefe do serviço de inteligência peruano Vladimiro Montesinos. "Eu gosto muito do Brasil", disse Toledo ao deixar o Palácio do Planalto, onde encontrou-se com o presidente Fernando Henrique Cardoso. Montesinos é o pivô da crise que levou o presidente Alberto Fujimori a antecipar as eleiçoes presidenciais para 2001.

Cauteloso, Toledo evitou criticar a posiçao do governo brasileiro, que apoiou a reeleiçao de Fujimori apesar das contestaçoes dos observadores enviados pela Organizaçao dos Estados Americanos. "Eu nao sou partidário de chorar sobre o leite derramado", afirmou, para eximir-se de endossar as críticas ao governo brasileiro formuladas pelo escritor peruano Mário Vargas Llosa. "Eu também emiti opiniao sobre a posiçao brasileira, mas o presidente brasileiro, com muita franqueza, explicou as razoes dele, e eu as minhas", acrescentou o candidato.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FHC recebe líder da oposiçao peruana

Do Diário do Grande ABC

10/11/2000 | 00:13


O candidato da oposiçao ao governo do Peru, Alejandro Toledo, afirmou ontem "que nao deseja" que o Brasil conceda asilo político ao ex-chefe do serviço de inteligência peruano Vladimiro Montesinos. "Eu gosto muito do Brasil", disse Toledo ao deixar o Palácio do Planalto, onde encontrou-se com o presidente Fernando Henrique Cardoso. Montesinos é o pivô da crise que levou o presidente Alberto Fujimori a antecipar as eleiçoes presidenciais para 2001.

Cauteloso, Toledo evitou criticar a posiçao do governo brasileiro, que apoiou a reeleiçao de Fujimori apesar das contestaçoes dos observadores enviados pela Organizaçao dos Estados Americanos. "Eu nao sou partidário de chorar sobre o leite derramado", afirmou, para eximir-se de endossar as críticas ao governo brasileiro formuladas pelo escritor peruano Mário Vargas Llosa. "Eu também emiti opiniao sobre a posiçao brasileira, mas o presidente brasileiro, com muita franqueza, explicou as razoes dele, e eu as minhas", acrescentou o candidato.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;