Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

24 de junho de 2016. A noite dos bairros animados.

Oito pedaços de São Caetano ganharam vida na USCS cinco anos atrás, com a apresentação de vídeos elaborados pelos alunos de Comunicação, hoje profissionais formados e com carreiras promissoras


Ademir Medici

31/07/2021 | 07:00


Memória chegou até a universidade graças a uma das alunas, Camila Gomes. Ela precisava de um depoimento sobre a Vila São José. Procurou o Diário. E ficamos sabendo que outros grupos realizavam trabalhos semelhantes pelos vários bairros de São Caetano. Oba, isso dá notícia...

A notícia da turma da Vila São José saiu no domingo, 23 de junho de 2016. A apresentação dos vídeos dos oito grupos do terceiro semestre de comunicação social seria no dia seguinte, 24 de junho.

Memória participou, fotografando os grupos e elegendo um representante por classe que nos dias seguintes passariam informações do trabalho realizado, bairro a bairro.

Foi ótimo. Pelos corredores da USCS, uma verdadeira festa, uma feira cultural, quermesse com todos os ingredientes de uma juninada. Tinha até pipoca. E lembrancinhas. Cada grupo com seu stand.

O Cine Central, de saudosa memória na Rua Perrella, revivia neste outro canto da cidade. No interior de um dos teatros, o clima era de expectativa – como se nota na foto hoje publicada.

Os vídeos elaborados seriam apresentados. Seriam aprovados? Tanto seriam que estão todos no Youtube, como ontem aqui contou o professor Arquimedes Pessoni.

Pessoni reviu os vídeos e contatou vários daqueles ex-alunos, hoje profissionais. Pedimos que escrevessem suas memórias do projeto dos bairros de 2016 – verdadeiramente, uma construção de memória. E informassem seus caminhos desde então.

Havia um programa popular de rádio lá pelos anos 60 cujo título era Saudades Não Têm Idade. Verdade. E vocês vão comprovar essa velha máxima a partir de amanhã, nesta mesma emissora – ops, Parron – nesta mesma página. Não percam!

Nara, a musa da Bossa Nova
Texto: Milton Parron

Capixaba, nascida em Vitória em 1942, Nara Leão mudou-se com a família no fim dos anos 50 para o Rio de Janeiro, onde envolveu-se de corpo e alma com o movimento musical que estava nascendo denominado bossa nova, do qual, além de musa inspiradora, tornou-se um dos símbolos. Mas, curiosamente, o repertório que essa artista nos legou é bastante diversificado e inclui também autores da chamada velha guarda.

A música que imediatamente nos remete a Nara foi composta por Chico Buarque de Holanda para uma das edições do Festival de MPB da TV Record e chama-se A Banda.

Além de uma longa entrevista com a artista, o programa Memória também apresentará uma raridade salva de um incêndio que destruiu boa parte dos arquivos da Record, justamente uma apresentação de Nara e Chico, mais o MPB-4, cantando A Noite dos Mascarados composta em 1966.

A plateia do Teatro Record, da Rua da Consolação, consumido pelas chamas algumas semanas depois, entusiasmada, transforma-se num grande coral, sem ensaio e afinado, como normalmente acontece quando a música é de boa qualidade.

EM PAUTA. Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Para Reviver Nara Leão. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 22h, ou após o futebol, com reprise no domingo às 7h e durante madrugadas da semana.

Diário há meio século
Sábado, 31 de julho de 1971 – ano 13, edição 1601
Destaque – Sociedade Amigos de Eldorado enviava ofício ao prefeito de São Paulo, Figueiredo Ferraz, apoiando a ideia da demolição da barragem Edgard de Souza, em Santana do Parnaíba, para evitar as enchentes em São Paulo e solucionar o problema da poluição da Billings.
Nota – A barragem sobrevive. E outros capítulos seriam escritos em torno dos dois problemas capitais citados pelos dirigentes de Eldorado.
Religiosidade – Igreja Presbiteriana de Utinga lançava a pedra fundamental de seu templo, na Rua Sidnei, 482.

Em 30 de julho de...

1911 – Falece, em Paranapiacaba, Bento José da Silva, o primeiro morador local, chamado Bento Ponteiro, porque na juventude trabalhou com pontes.
1961 – Fundada a Associação Esportiva e Cultural da Pedreira, em Mauá.
1966 – Inaugurado o Grupo Escolar Joaquim da Fonseca Saraiva Filho (livreiro) no Parque das Nações, em Santo André.
1991 – Scania lançava campanha para ampliar as vendas do caminhão ‘Cara Chata’ (Modelo L). Ideia era demonstrar a segurança do veículo e sua maior capacidade de carga.
Reportagem: Cleide Silva.

Santo do Dia

- Inácio de Loyola (Azpzitia, Espanha, 1491 – Roma, 1556). Nobre espanhol. Converteu-se aos 30 anos de idade, depois de uma breve e brilhante carreira nas armas. Um dos fundadores da Companhia de Jesus, em 1534.

Municípios Brasileiros

- Aniversariam em 31 de julho: Acaraú (Ceará); Anápolis (Goiás); Capanema (Pará); Chapada dos Guimarães (Mato Grosso); Lauro de Freitas, Piripá e Vera Cruz (Bahia); Lobato (Paraná); e Tianguá (Ceará).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;