Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pedro Castillo toma possa no Peru, em um país polarizado

Divulgação/ Sebastian Castaneda/ Reuters Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/07/2021 | 15:12


O professor Pedro Castilho, novato de esquerda na política que prometeu combater a pobreza no Peru, tomou posse, nesta quarta-feira, 28, como presidente do país.

O professor rural, que nunca ocupou um cargo político antes, prestou juramento menos de duas semanas depois de ser declarado o vencedor do segundo turno realizado 6 de junho. Ele é o primeiro presidente de origem camponesa do Peru.

Em uma cerimônia na capital Lima, Castillo assumiu um compromisso "por Deus, por minha família, por meus irmãos e irmãs camponeses, professores, patrulheiros, crianças, jovens e mulheres, e por uma nova Constituição".

Castillo sucede o presidente Francisco Sagasti, nomeado pelo Congresso em novembro para liderar a nação sul-americana após semanas de turbulência política.

Castillo, que até dias atrás vivia com sua família em uma casa nos Andes, enfrentará um Congresso profundamente dividido que tornará extremamente difícil para ele cumprir suas promessas mal definidas de campanha para ajudar os pobres, que agora estão estimados em cerca de um terço da população do país.

O novo presidente derrotou sua oponente, a política de carreira de direita Keiko Fujimori, por apenas 44 mil votos. Os cidadãos pobres e rurais do Peru apoiaram Castillo e seu slogan "Chega de pobres em um país rico", enquanto as elites favoreciam Fujimori, filha do polêmico ex-presidente Alberto Fujimori.

Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;