Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Por conta do forte calor em Tóquio, Djokovic sugere atrasar início da rodada



24/07/2021 | 16:41


As duras condições climáticas do verão no Japão foram um desafio extra para os tenistas no primeiro dia de competição nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Neste sábado, o favorito Novak Djokovic passou sem sustos pelo boliviano Hugo Dellien em sets diretos e considerou uma boa estreia diante das circunstâncias, mas sugeriu que as rodadas comecem mais tarde para evitar o desgaste.

"Foi um desafio encarar o calor e a umidade deste primeiro dia, mas estou feliz por superar esse obstáculo", avaliou o sérvio, líder do ranking da ATP. "Acredito que fui sólido em quadra o tempo todo. Talvez pudesse ter feito um pouco mais, no entanto para uma estreia estou satisfeito".

As condições climáticas são uma dificuldade a se considerar. "Foi o dia mais quente desde que cheguei a Tóquio. A umidade estava brutal. As quadras sintéticas absorvem calor e fica muito abafado. Ainda por cima não havia muito vento, nem brisa. Definitivamente, são condições difíceis. Você fica esgotado, principalmente quando faz sol. Não entendi por que não se atrasou o início da rodada, não faria diferença sequer para a TV devido ao fuso para a Europa ou os Estados Unidos", argumentou.

Djokovic acredita que deva evoluir conforme avançar nas rodadas. "Joguei o suficiente bem para ganhar, mas houve alguns momentos em que fiz melhor nos treinos do que na competição. Mas isso é normal porque no jogo tudo é diferente. Por mais que tenha experiência, estes são os Jogos Olímpicos e existe expectativa, pressão", completou.

O número 2 do mundo, o russo Daniil Medvedev, fez coro às reclamações de Djokovic. A mistura de forte calor com alta umidade deixaram as condições de jogo muito difíceis até para quem jogou mais no final da tarde. Medvedev entrou em quadra às 13 horas locais e não gostou.

"Acredito que deveriam fazer aqui como no México, em que a rodada só começa às 18 horas. O calor que fez hoje (sábado) em quadra era uma coisa incrível. Além disso, a forma de organização do torneio obriga a ter muitos jogos por dia e os jogadores estão envolvidos em pelo menos mais uma modalidade, o que exigirá muito do físico. Jogar nestas condições parece uma brincadeira", disparou.

"Se perguntar para os 200 jogadores que estão aqui, 195 irão dizer que jogar neste horário é uma autêntica loucura", emendou. "Estamos nos Jogos Olímpicos e competindo por medalhas, então não estou aqui para ficar chorando ou reclamando, mas é preciso se manifestar contra o que aconteceu hoje. Não imagino que irão mudar a programação no meio do torneio, assim temos de fazer algo já".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;