Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região tem menor número de óbitos em dia útil desde abril

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Foram registradas 27 mortes pelas cidades; total desde o início da pandemia é de 8.841


Anderson Fattori

25/06/2021 | 08:59


O Grande ABC registrou ontem 27 mortes causada pelo coronavírus, o menor número em período de 24 horas em dia útil desde 29 de abril – aos fins de semana a contabilidade fica comprometida porque apenas Santo André, São Bernardo e São Caetano emitem boletins epidemiológicos. As sete cidades informaram também mais 977 diagnósticos positivos de Covid-19.

Com isso, o total de óbitos desde o início da pandemia é de 8.841 e o de infectados chegou a 214.334, sendo que, destes, 195.424 estão recuperados.

Foram aplicadas ontem mais 16.684 vacinas no Grande ABC, sendo 16.510 referentes à primeira dose e 174, à segunda. No total, 1.016.523 moradores da região já iniciaram o esquema vacinal (36,2% da população) e 343.045 já receberam as duas doses (12,2%).

Em todo o Estado foram registrados ontem 17.951 casos e 781 mortes por Covid-19. Com isso, o total chegou a 3.648.202 pacientes infectados e 124.606 óbitos. Entre o total de casos, 3.240.554 tiveram a doença e já estão recuperados da doença.

Ontem, havia 21.895 pacientes internados no Estado, sendo 10.449 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e 11.446 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 77,8% e na Grande São Paulo é de 73%.

No Brasil, de acordo com boletim do Ministério da Saúde, foram 73.602 casos e 2.032 mortes entre quarta-feira e ontem. Com isso, o total desde o início da pandemia é de 18.243.483 infectados e 509.141 óbitos. O número de pessoas recuperadas da doença é de 16.511.701.

Ainda há 3.611 óbitos em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;