Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Apenas brasileiros totalmente vacinados podem entrar na Suíça – veja as regras

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

03/12/2021 | 16:55


Apenas quem sair do Brasil totalmente imunizado com as duas doses da vacina contra covid-19 (quando necessárias), tomadas nos últimos 12 meses, tem permissão para entrar na Suíça. Além disso, é obrigatório apresentar teste negativo PCR-RT ou cumprir quarentena.

As vacinas aceitas atualmente para entrar na Suíça são as Organização Mundial da Saúde: BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac (nome oficial da CoronaVac), Sinopharm e Serum Institute of India.

Reserva de hotel na Suíça – Confira os preços e as melhores opções aqui.

Exigências para viajar para a Suíça

Confira as novas regras publicadas em 3 de dezembro de 2021 a respeito da reabertura das fronteiras na Suíça.  Os brasileiros serão aceitos nas seguintes condições:

  • Após a segunda dose da vacina (ou vacina de dose única), será permitida a entrada no país no mesmo dia. São aceitas Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen / Johnson & Johnson, Sinopharm e Sinovac (CoronaVac). No caso desta última, é preciso solicitar adicionalmente o Certificado COVID suíço para circulação de indivíduos vacinados no exterior (veja mais abaixo).
  • Necessário que a última dose da vacina (ou dose única) tenha sido tomada nos últimos 12 meses
  • Apresentar teste PCR-RT de covid-19 negativo e realizado até 72 horas antes do embarque.
  • Repetir o teste em território suíço entre o quarto e sétimo dia após a chegada. Neste caso, pode ser do tipo PCR-RT ou antígeno.
  • Ao entrar na Suíça, os contatos dos viajantes serão solicitados para controle de dados. 
  • Crianças de até 16 anos acompanhada pelos pais são isentas de comprovação de vacinação.
  • Passageiros entre 16 e 18 anos não precisam apresentar o certificado de imunização, apenas teste PCR-RT negativo válido dentro das 72 horas. 
  • Para passageiros em trânsito/conexão, é necessário verificar as regras com a cia aérea. 
  • Para a comprovação de imunização dos brasileiros, basta apresentar o comprovante de vacinação junto ao passaporte. Ele deve conter:  nome, data de nascimento, data da vacina, nome da vacina administrada e nome e endereço do local de vacinação. Veja aqui como tirar pelo ConecteSus.
  • Para retornar ao Brasil, é necessário sempre apresentar o teste PCR-RT negativo feito até 72 horas antes de embarque, ou de antígeno, realizado até 24 horas antes da viagem. 

Como provar que tomou a vacina para entrar na Suíça

De acordo com a autoridade de turismo do país europeu, os brasileiros poderão entrar na Suíça ao apresentar o cartão da vacinação do SUS com o nome completo do passageiro. Quem tiver até 16 anos está isento da medida e poderá viajar com os pais vacinados, sem a exigência de apresentar testes.

Seguro viagem na Suíça é obrigatório – Clique aqui para contratar o seu e ganhe 5% de desconto ao usar o cupom ROTADEFERIAS5.

Certificado COVID suíço 

Qualquer pessoa que tenha sido vacinada no exterior com um imunizante aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), cuja lista não inclui a CoronaVac, pode obter um certificado COVID suíço válido por 365. Quem tomo a CoronaVac também pode emiti-lo, mas, neste caso, a validade é de 30 dias e o documento é aceito apenas na Suíça (não é válido em outros países da Europa).

Após os 31º dia de estada no país, os turistas vacinados com CoronaVac devem realizar testes rápidos Sars-CoV. O teste RT PCR é válido por 72 horas a partir do momento da coleta da amostra, e o teste rápido de antígeno é válido por 48 horas a partir do momento da amostragem.

O formulário para requerimento do certificado COVID suíço pode ser baixado aqui. O prazo para o recebimento é de até cinco dias.

Documentos necessários para solicitar o certificado COVID suíço

  • Informações sobre sua nacionalidade (por exemplo, cópia do passaporte).
  • Confirmação da vacinação (por exemplo, certificado de vacinação com detalhes do titular, vacinas administradas, a instituição que realizou a vacinação, data da vacina. O turismo da Suíça sugere a plataforma ConectSUS, na qual é possível emitir o certificado de vacinação digital com QR Code. Para aqueles que já foram totalmente imunizados, o sistema disponibiliza o certificado em espanhol e inglês
  • Motivo da sua estadia na Suíça, quanto tempo você está hospedado e local.
  • Prova de chegada à Suíça (por exemplo, passagem aérea, passagem de trem ou reserva de acomodação).
  • Os documentos necessários devem ser apresentados em alemão, francês, italiano ou inglês.
  • Após submeter a sua solicitação, é necessário baixar o aplicativo COVID Certificate gratuitamente na Apple Store ou na Google Play Store.
  • Para a aquisição do certificado será cobrado uma taxa para cobrir os custos de emissão, que custa, em média CHF 30.
  • Os certificados de cidadãos da União Europeia são aceitos, porém convertidos em um certificado da Suíça.

OBs: Nota atualizada em 3 de dezembro de 2021.

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;