Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Setor imobiliário constata fluxo de grandes centros para o Interior


Wilson Marini
Da APJ

24/06/2021 | 00:27


Nos anos 1990, o futurólogo John Naisbitt, autor de best-sellers apreciados por empresários e gestores de políticas públicas, detectou nos Estados Unidos a tendência de interiorização das atividades comerciais e de serviços. Analisando matérias de comportamento publicadas por jornais regionais, ele concluiu sobre a existência de um movimento migratório no sentido das metrópoles para as cidades pequenas e médias, numa espécie de “volta às origens”. Antes disso, no Brasil, os anos 1960 marcaram a migração rural. Do campo para as cidades, alterou-se o perfil demográfico do país, inchando as capitais e fazendo surgir polos regionais economicamente fortes. Agora, em 2021, no Estado de São Paulo, com a pandemia, muitos buscam o refúgio no Interior, motivados por fatores como a diminuição de gastos, segurança e qualidade de vida. O trabalho home office e a boa oferta de serviços nas áreas de saúde e educação, estão viabilizando este novo e silencioso êxodo. Quem atesta esse novo movimento são fontes do setor imobiliário.

Novo ambiente
“Sem poder sair de casa e com as atividades diárias sendo executadas via computador, as famílias têm buscado nas cidades das regiões metropolitanas um espaço onde possam criar seus filhos num ambiente longe dos transtornos e buscando uma qualidade de vida que perderam ao longo deste período”, diz o especialista em mercado imobiliário Rafael Scodelario sobre a tendência da busca por cidades do Interior por moradores de grandes centros como a capital.

Cinco dicas
Para quem deseja mudar para o Interior, Scodelario recomenda analisar cinco itens:
1- Distâncias. Uma opção é um sítio nos arredores de um grande centro urbano, mas é preciso estar preparado para encarar mais quilômetros rodados por dia se desejar ir e voltar para casa quando o trabalho voltar ao normal após a pandemia.
2- Vida profissional. Dependendo da profissão, uma mudança de emprego pode ser até bem-vinda: “Procure se informar sobre as oportunidades naquela cidade. Veja quais são as principais oportunidades naquele lugar, e se for o caso, invista numa troca de funções e abra seu leque para novas oportunidades”.
3- Educação dos filhos. “Observe se aquela região possui boas escolas e se elas são de fácil acesso para o deslocamento deles”.
4- Saúde. “Veja se naquela cidade há estrutura adequada para atender a população e se há médicos especializados como no grande centro urbano”.
5- Tecnologia. “Em tempos em que cada vez mais as pessoas executam atividades pela internet, é preciso observar se aquele local possui sinal adequado e que te permita fazer tudo o que precisa sem ter transtornos com a conexão”.

Leilão dos aeroportos regionais
O leilão da concessão dos 22 aeroportos regionais de São Paulo está previsto para acontecer no dia 15 de julho, na sede da B3, na capital. Seis deles já contam com serviços de aviação comercial regular e 13 têm potencial de se desenvolver como novas rotas regulares durante a concessão.

Números
Os aeroportos estão divididos em dois lotes, que movimentam atualmente 2,4 milhões de passageiros por ano entre embarques e desembarques. Estimativas técnicas projetam que serão alcançados com os investimentos mais de 8 milhões de passageiros por ano ao longo dos 30 anos de contrato de concessão. A concessão à gestão da iniciativa privada prevê a prestação dos serviços públicos de operação, manutenção, exploração e ampliação da infraestrutura aeroportuária estadual, que está atualmente sob gestão e operação do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo). A ARTESP passa a ser agência reguladora do contrato de concessão.

Frase
“O Interior Paulista tem mais de 23 milhões de habitantes, número próximo ao de habitantes da Austrália, por exemplo. Melhorar sua conexão com o resto do Brasil e do mundo facilita a atração de novas empresas”, diz o presidente da agência InvestSP, Gustavo Junqueira.

Investimento no Grande ABC
A rede de supermercados Joanin escolheu São Bernardo para a construção de seu novo centro de distribuição, unidade que unificará toda a operação do grupo, hoje dividida em quatro depósitos no Grande ABC. A empresa realiza investimento de R$ 35 milhões no espaço, localizado no km 17,5 da Via Anchieta, e que deverá ser inaugurado em meados de 2022. (Diário do Grande ABC, Rede APJ).

BREVES
? Reaberta a Casa da Agricultura de Marília, que estava desativada. Foi no sábado (19), com a presença do secretário estadual da área, Itamar Borges.
? O governador João Doria assinou projeto de lei que cria a Região Metropolitana de Piracicaba.

Luto por sete dias
A Assembleia Legislativa declarou nesta terça-feira (22) luto oficial por sete dias em razão da marca de 500 mil mortes registradas no Brasil pela Covid-19. A bandeira do Estado de São Paulo em frente ao Palácio 9 de Julho, sede do Parlamento paulista, foi colocada à meia-haste em respeito e símbolo ao luto decretado. A Mesa Diretora considerou “o elevado espírito de solidariedade do povo paulista e o cenário desolador de intenso sofrimento às inúmeras famílias das vítimas”. O ato, publicado no Diário Oficial, é válido até a próxima segunda-feira, 28 de junho. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;