Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Inglaterra vence e passa em 1º em grupo na Euro; croatas e checos também avançam

reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ingleses encerraram sua participação no grupo com sete pontos, no primeiro posto



22/06/2021 | 18:06


A torcida da Inglaterra só teve motivos para comemorar nesta terça-feira. A seleção do país venceu a República Checa por 1 a 0, em Wembley, e avançou em primeiro lugar no Grupo D da Eurocopa. Os ingleses ainda puderam ver a rival Escócia ser eliminada nesta fase classificatória. A Croácia ficou com a segunda vaga na chave no mata-mata.

A Inglaterra encerrou sua participação no grupo com sete pontos, no primeiro posto. Através vem a Croácia, que superou os escoceses por 3 a 1, em Glasgow, e chegou aos quatro pontos. Os croatas têm a mesma pontuação dos checos, mas levam vantagem no número de gols marcados.

Apesar da derrota, a República Checa também sacramentou sua vaga nas oitavas de final. Isso porque, com a pontuação obtida, já está garantida entre os quatro melhores terceiros colocados desta fase.

No lendário estádio londrino, com a presença do príncipe William, a Inglaterra esteve longe de brilhar nesta terça. Mas fez a lição de casa. E, nas oitavas de final, vai enfrentar o segundo colocado do Grupo F, que conta com França, Alemanha, Portugal e Hungria.

Depois do frustrante empate sem gols com a Escócia, o técnico Gareth Southgate resolveu fazer mudanças na equipe titular inglesa. Sacou James, Mings e Foden e também tirou Mount, por ter contato com Gilmour, que testou positivo para a covid-19. Entraram Grealish, Walker, Maguire e Saka. Apesar das críticas da torcida, ele manteve Sterling.

E não se arrependeu. O meia-atacante comandou os ingleses no começo da partida. Logo no primeiro minuto já acertava a trave, em belo lance de cobertura. Dez minutos depois, abriu o placar. Ele escorou de cabeça na segunda trave, surgindo por trás da defesa, completando cruzamento de Grealish da esquerda.

Sterling encontrava mais espaço porque a defesa checa estava mais preocupada com Harry Kane. E, de fato, o atacante do Tottenham deu trabalho. Foram duas boas chances para ampliar o placar, aos 25 e aos 42. O goleiro Vaclik salvou nos dois lances. Do outro lado, os checos pouco ameaçava. Quando o faziam, Soucek era o protagonista. Aos 34, quase empatou ao aproveitar rebote dentro da área. Mandou para fora.

A Inglaterra controlava a posse de bola - até 61% -, levava maior perigo e parecia mais perto de ampliar do que de sofrer o empate. Apesar da derrota parcial, a República Checa sabia que poderia se classificar como um dos quatro melhores terceiros colocados da fase classificatória.

Para o segundo tempo, Southgate apostou em Henderson, Bellingham, de apenas 17 anos, e Rashford, no lugar de Sterling. As mudanças e a postura mais ofensiva dos checos tornaram o duelo mais morno. A bola praticamente não chegava mais em Kane. Ao mesmo tempo, a República Checa não ameaçava o gol de Pickford. A partida, assim, se concentrava no meio-campo.

À beira da sonolência, a partida só não perdeu seu brilho porque a Inglaterra passou a dar espaços na defesa e a República Checa teve chances para empatar. Lá na frente, a bola até balançou as redes, mas o gol de Henderson, aos 40 minutos, foi anulado por impedimento. Acabou não fazendo falta. Os ingleses, mesmo com placar simples, avançaram em primeiro lugar.

CROÁCIA VENCE E SE CLASSIFICA - No estádio Hampden Park, em Glasgow, a seleção croata fez a sua parte. Derrotou a Escócia por 3 a 1, também nesta terça, garantiu o segundo lugar do Grupo D e selou sua vaga nas oitavas de final. Nikola Vlasic abriu o placar aos 17, com passe de Perisic. Antes do intervalo, os escoceses igualaram com Callum McGregor, aos 42.

Na etapa final, Luka Modric comandou o time croata. O melhor do mundo em 2018 anotou lindo gol aos 17, ao finalizar de trivela, de fora da área, e mandar no ângulo. Aos 32, deu assistência para o gol de Perisic, confirmando a classificação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;