Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ministros do STF se solidarizam às famílias de meio milhão de mortos no Brasil



20/06/2021 | 15:24


Em nota divulgada no sábado, 19, o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), lamentou as perdas da pandemia. No sábado, o Brasil superou a marca de 500 mil mortes pela covid-19.

"É preciso relembrar a cada dia que não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos", diz o texto.

O ministro disse ainda que o Supremo Tribunal Federal e o Conselho Nacional de Justiça "seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira a mitigar os impactos desta terrível pandemia".

Desde que a crise sanitária estourou, em março do ano passado, milhares de processo relacionados à pandemia foram decididos no tribunal.

Pelas redes sociais, os ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes também prestaram solidariedade aos brasileiros que perderam familiares e amigos.

"Registro minha solidariedade pela legião de famílias e amigos enlutados. Espero que as lições aprendidas ergam uma sociedade mais justa e solidária para o futuro. Responsabilidade social já", escreveu Gilmar.

Já Moraes pregou união e defendeu a vacinação e o respeito às orientações das autoridades sanitárias. "Momento de tristeza, dor e solidariedade aos familiares e amigos dos mais de 500 mil mortos pela COVID-19. Em respeito a memória das vítimas e para a proteção da saúde e vida dos brasileiros, o País precisa de união, vacinação e respeito às medidas indicadas pela ciência."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;