Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Anvisa autoriza estudo sobre dose de reforço da vacina da Pfizer contra covid-19



19/06/2021 | 14:55


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira, 18, a realização de um estudo clínico para testar a possibilidade de uma dose de reforço da vacina contra covid-19 desenvolvida pela Pfizer. Segundo o órgão, o objetivo do estudo com a terceira dose da vacina é avaliar a segurança, resposta imune e a eficácia de estratégias de reforço em diferentes populações de participantes que receberam previamente duas doses do imunizante no estudo inicial.

De acordo com a Anvisa, 443 participantes deverão ser recrutados no centro clínico do Hospital Santo Antônio da Associação Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador e outras 442 virão do CEPIC, Centro Paulista de Investigação Clínica e Serviços Médicos, em São Paulo.

No estudo, serão incluídos participantes com 16 ou mais anos de idade, do sexo masculino e feminino, que tomaram as duas doses da vacina BNT162b2 há pelo menos seis meses no Brasil. Ainda de acordo com a agência, a Pfizer definirá a data de início dos testes.

Registro

Em fevereiro de 2021, a Anvisa concedeu o registro definitivo à vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech.

O registro estabeleceu o uso da vacina na população acima ou igual de 16 anos de idade. Foi o primeiro imunizante a receber o registro de uso definitivo no Brasil com base nos estudos de Fase 3. Segundo a Pfizer Brasil, a vacina apresentou eficácia global de 95% em toda população do estudo, incluindo análise em diferentes grupos étnicos, e pacientes com condições clínicas de risco, sendo observada ainda uma eficácia de 94% em indivíduos acima de 65 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;